Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Cap. XV - Fora da Caridade Não há Salvação - A Caridade Segundo São Paulo - itens 6 e 7.

HORA DO EVANGELHO NO LAR - segunda-feira, 11 de março de 2019

HORA DO EVANGELHO NO LAR

“Se eu falar as línguas dos anjos; se tiver o dom de profecia, e penetrar todos os mistérios; se tiver toda a fé possível, a ponto de transportar montanhas, mas não tiver caridade, nada sou. Entre essas três virtudes: a fé, a esperança e a caridade, a mais excelente é a caridade” (Paulo, I Coríntios, XIII: 1-2 e 13)

 

PRECE

Mestre Jesus, agradecemos a Tua presença em nossas vidas, aos Teus ensinamentos e a oportunidade do estudo edificante. Rogamos que nos envolva com Teu Amor, Tua Proteção e Tua Luz tornando nossos dias mais leves e serenos, auxiliando-nos a compreendermos e aplicarmos os Teus ensinamentos em nossas vidas. Rogamos Senhor que nos ensine a amarmos nossos semelhantes como nos amou, dividindo o afeto e carinho que trazemos em nós.

Auxilia-nos Senhor, a diminuirmos a distância que o nosso egoísmo estabelece em relação aos nossos irmãos de caminhada e nos dê sempre a oportunidade do trabalho bendito.

Dai-nos, especialmente neste momento, inspiração e luz para o necessário entendimento dos Teus ensinamentos. 

Em Teu Nome, Mestre Jesus, com Teu amparo e proteção, iniciamos os estudos de hoje.

Permaneça conosco, agora e sempre.

Que assim seja!

 

MENSAGEM INICIAL

CARIDADE

Caridade é , sobretudo, amizade. 
Para o faminto - é o prato de sopa. 
Para o triste - é a palavra consoladora. 
Para o mau - é a paciência com que nos compete auxiliá-lo 
Para o desesperado - é o auxílio do coração. 
Para o ignorante - é o ensino despretensioso. 
Para o ingrato - é o esquecimento. 
Para o enfermo - é a visita pessoal. 
Para o estudante - é o concurso no aprendizado. 
Para a criança - é a proteção construtiva. 
Para o velho - é o braço irmão. 
Para o inimigo - é o silêncio. 
Para o amigo - é o estímulo. 
Para o transviado - é o entendimento. 
Para o orgulhoso - é a humildade. 
Para o colérico - é a calma. 
Para o preguiçoso - é o trabalho. 
Para o impulsivo - é a serenidade. 
Para o leviano - é a tolerância. 
Para o deserdado da Terra - é a expressão de carinho.
Caridade é amor, em manifestação incessante e crescente. É o sol de mil faces, brilhando para todos, e o gênio de mil mãos, amparando, indistintamente, na obra do bem, onde quer que se encontre, entre justos e injustos, bons e maus, felizes e infelizes, por que, onde estiver o Espírito do Senhor aí se derrama a claridade constante dela, a benefício do mundo inteiro.

De “Viajor” - Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel

 

LEITURA DO EVANGELHO

CAPÍTULO XV – FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO –  A Caridade Segundo São Paulo – itens 6 e 7.

6 – Se eu falar as línguas dos homens e dos anjos, e não tiver caridade, sou como o metal que soa, ou como o sino que tine. E se eu tiver o dom de profecia, e conhecer todos os mistérios, e quanto se pode saber; e se tiver toda a fé, até a ponto de transportar montanhas, e não tiver caridade, não sou nada. E se eu distribuir todos os meus bens em o sustento dos pobres, e se entregar o meu corpo para ser queimado, se todavia não tiver caridade, nada disto me aproveita. A caridade é paciente, é benigna; a caridade não é invejosa, não obra temerária nem precipitadamente, não se ensoberbece, não é ambiciosa, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal, não folga com a injustiça, mas folga com a verdade. Tudo tolera, tudo crê, tudo espera, tudo sofre. A caridade nunca jamais há de acabar, ou deixem de ter lugar às profecias, ou cessem as línguas, ou seja abolida a ciência.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e a caridade, estas três virtudes; porém a maior delas é a caridade. (Paulo, I Coríntios, XIII: 1-7 e 13).

 

7 – São Paulo compreendeu tão profundamente esta verdade, que diz: “Se eu falar as línguas dos anjos; se tiver o dom de profecia, e penetrar todos os mistérios; se tiver toda a fé possível, a ponto de transportar montanhas, mas não tiver caridade, nada sou. Entre essas três virtudes: a fé, a esperança e a caridade, a mais excelente é a caridade”. Coloca, assim, sem equívoco, a caridade acima da própria fé. Porque a caridade está ao alcance de todos, do ignorante e do sábio, do rico e do pobre; e porque independe de toda a crença particular.

E faz mais: define a verdadeira caridade; mostra-a, não somente na beneficência, mas no conjunto de todas as qualidades do coração, na bondade e na benevolência para com o próximo.

 

REFLEXÕES: Paulo nessa passagem mostra aos Cristãos de Corintos e a todos nós que a caridade é algo muito mais profundo e importante do que apenas darmos o que nos sobra aos carentes, embora isso também seja um ato caritativo. Paulo alerta a todos de que nada adianta ser belo nas palavras e pobre nas ações. Se tivéssemos essas palavras sempre em nossas mentes e em nossos corações, seríamos muito melhores do que somos, pois, estaríamos sendo, constantemente estimulados ao exercício da caridade. Diz-nos J. Herculano Pires no cap. 1 do livro Astronautas do Além que “a caridade – que é o amor em ação – deve eliminar as arestas do nosso personalismo, ensinando-nos que todos somos importantes na busca e na conquista da verdade”. Pensemos nisto!

 

PRECE E VIBRAÇÕES –

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel / Chico Xavier]

Caminhando para o encerramento de nossas reflexões, vamos unindo nossos corações, nossos pensamentos e sentimentos agradecendo a Jesus por estes momentos de paz e reflexão, pedindo a Ele que estenda suas mãos misericordiosas sobre nós, nossos familiares, e nos abençoe, renovando nossas energias de acordo com a necessidade de cada um, que essas bênçãos cheguem até nossas águas, fluidificando-as, para que através delas possamos adquirir saúde e vitalidade, força e coragem para as lutas de todos os dias, para nossa transformação moral e espiritual, para vivermos em harmonia com tudo e com todos.

Assim, protegidos e amparados, vamos juntos vibrando para que a Paz Mundial e a harmonia entre os povos se estabeleçam. Vibremos pelo nosso Brasil e por todos os nossos governantes.

Vibremos por todos os que estão em sofrimento neste momento, encarnados e desencarnados, que possam receber os lenitivos suas dores;

Vibremos, amorosamente pelos suicidas, que suas dores e aflições sejam amenizadas para que sejam esclarecidos e amparados.

Vibremos por todos aqueles que se encontram presos aos vícios para que encontrem o caminho da libertação. Tenha piedade deles Senhor. Vibremos em benefício de todos aqueles que neste momento estão passando por dificuldades, que estão deprimidos, tristes, pelos que estão desempregados e que estão em busca de um caminho digno para sua sobrevivência e a de seus familiares. Que todos tenham força e coragem para enfrentarem os desafios da vida.

Abençoe Mestre Jesus aos que convivem conosco, os nossos entes queridos e nossos amigos, mas especialmente Senhor, aqueles que se consideram nossos inimigos.

Divino Amigo esteja sempre ao nosso lado dando-nos discernimento em nossas ações e oportunidade de corrigirmos nossas fragilidades.

Agradecemos Senhor pelo privilégio do estudo edificante, do trabalho no bem e principalmente pela Tua presença em nossas vidas.

Permaneça sempre conosco Senhor e que assim seja!

 

Paz e Bem!

comments powered by Disqus