Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Cap. VIII - BEM-AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO- Escândalos: Cortar a Mão - itens 11a 17 - 7/5/2018

HORA DO EVANGELHO NO LAR - segunda-feira, 7 de maio de 2018

HORA DO EVANGELHO NO LAR  


“Porque é necessário que sucedam escândalos, mas ai daquele homem por quem vem o escândalo.” (Mateus, XVIII: 7).

 

PRECE INICIAL

Queridos irmãos é com imensa gratidão no coração que convido a todos para juntos aprendermos um pouco mais sobre o Evangelho de Jesus e assim podermos dar mais um pequeno passo na direção de nossa evolução espiritual. Vamos orar:

Mestre Jesus que conheceis todas as nossas imperfeições, que nos ama profundamente, auxiliai-nos a compreender as leis divinas e aplica-las em nossas vidas, afim de que sejamos cada dia melhores do que fomos ontem. Auxilia-nos Mestre a reconhecermos e corrigirmos nossas próprias falhas, nossas imperfeições.

Dai-nos força e coragem para sermos humildes; mostrai-nos o caminho da persistência, para evitarmos o desânimo, o caminho da caridade, para evitarmos o egoísmo e podermos dividir, com aqueles que compartilham de nossa existência, os benefícios que recebemos todos os dias. Que saibamos amar mais e sermos sempre merecedores do Teu imenso Amor.

E assim, em Teu Nome Mestre Jesus, em nome de Francisco de Assis e da espiritualidade amiga que coordena esta tarefa, mas, sobretudo em nome de Deus, iniciamos nossos estudos e reflexões de hoje.

Permaneça conosco hoje, amanhã e sempre.

Que assim seja.

 

MENSAGEM INICIAL

ESCÂNDALO E NÓS

Acalmar-nos, a fim de trabalhar e servir com segurança será sempre o processo mais eficiente para liberar-nos da influência de escândalos, quaisquer que eles sejam.

Não poucas vezes, demoramo-nos acalentando mágoas e condenações contra nós mesmos, das quais costumamos sair desolados ou deprimidos, aumentando a incapacidade própria para qualquer reajuste.

Teremos errado, reconheçamos.

Lamentar-nos, porém, indefinidamente, seria o mesmo que segregar-nos em remorso, não só improdutivo mas destrutivo também, porquanto comunicaríamos o fogo de nossas próprias inquietações aos entes que mais amamos.

Importante aceitar nossas culpas, mas desaconselhável acomodar-nos voluptuosamente com elas, sem a mínima diligência para extinguir-lhes os desastrosos resultados.

Queixar-se alguém de si próprio, uma, duas, três vezes, quanto às dívidas e defeitos de que se lhe onere o caminho, será claramente compreensível, mas lastimar-se, todos os dias, e acusar-se, em todas as circunstâncias, sem qualquer esforço para melhorar de situação, pode transformar-se em atitude compulsiva, gerando enfermidade e perturbação.

Esterilidade, em qualquer setor, será invariavelmente.

Recordemos a lição viva e constante do livre arbítrio a conclamar-nos ao próprio burilamento e utilizemos o empréstimo das horas que nos é concedido, nos recursos em mão, comandando as oportunidades que o tempo nos faculte para empreender as renovações de que sejamos carecedores.

Somos espíritos eternos e, conquanto nos caiba o dever de aproveitar as experiências do passado no que evidenciem de útil e de preparar o futuro para que o destino se nos faça mais elevado, lembremo-nos de que somos chamados nas áreas do agora a viver um dia de cada vez.

Erros, teremos perpetrado inúmeros.

Débitos, temo-los ainda enormes.

Entretanto, se soubermos empregar com critério e equilíbrio os instrumentos de que dispomos, não há tempo a desperdiçar com lamentos inúteis, de vez que, quanto mais quisermos aprender e trabalhar, compreender e servir, mais alto e mais belo se nos fará o caminho na direção da Vida Melhor. 

Da obra: “Rumo Certo” – Emmanuel/Chico Xavier

 

LEITURA DO EVANGELHO

CAPÍTULO VIII – BEM-AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO

Escândalos: Cortar a Mão – itens 11 a 17

11 – O que escandalizar, porém, a um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de atafona, e o lançassem ao fundo do mar. Ai do mundo, por causa dos escândalos. Porque é necessário que sucedam escândalos, mas ai daquele homem por quem vem o escândalo. Ora, se a tua mão, ou o teu pé, te escandaliza, corta-o e lança-o fora de ti. Melhor te é entrar na vida manco ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, ser lançado no fogo do inferno. E se o teu olho te escandaliza, tira-o, e lança-o fora de ti. Melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois, seres lançado no fogo do inferno. Vede, não desprezeis algum destes pequeninos, porque eu vos declaro que os seus anjos no céu incessantemente estão vendo a face de meu Pai, que está nos céus. Porque o Filho do Homem veio a salvar o que havia perecido. (Mateus, XVIII: 6-11).

E se o teu olho direito te serve de escândalo, arranca-o e lança-o fora de ti; porque melhor te é que se perca um de teus membros, do que todo o teu corpo ser lançado no inferno. E se a tua mão direita te serve de escândalo, corta-a e lança-a fora de ti; porque melhor te é que se perca um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno. (Mateus, V: 29-30).

12 – Em seu sentido vulgar, escândalo é tudo aquilo que choca a moral ou as conveniências, de maneira ostensiva. O escândalo não está propriamente na ação, mas nas repercussões que ela pode ter. A palavra escândalo implica sempre a ideia de um certo estrépito. Muitas pessoas se contentam com evitar o escândalo, porque o seu orgulho sofreria com ele e a sua consideração diminuiria entre os homens, procurando ocultar as suas torpezas, o que lhes basta para tranquilizar a consciência. Esses são, segundo as palavras de Jesus: “sepulcros brancos por fora, mas cheios de podridão por dentro; vasos limpos por fora, mas sujos por dentro”.

No sentido evangélico, a acepção da palavra escândalo, tão frequentemente empregada, é muito mais ampla, motivo por que não é compreendida em certos casos. Escândalo não é somente o que choca a consciência alheia, mas tudo o que resulta dos vícios e das imperfeições humanas, todas as más ações de indivíduo para indivíduo, com ou sem repercussões. O escândalo, nesse caso, é o resultado efetivo do mal moral.

13 – É necessário que sucedem escândalos no mundo, disse Jesus, porque os homens, sendo ainda imperfeitos, têm inclinação para o mal, e porque as más árvores dão maus frutos. Devemos pois entender, por essas palavras, que o mal é uma consequência da imperfeição humana, e não que os homens tenham obrigação de praticá-lo.

14 – É necessário que venha o escândalo, para que os homens, em expiação na Terra, se punam a si mesmos, pelo contato de seus próprios vícios, dos quais são as primeiras vítimas, e cujos inconvenientes acabam por compreender. Depois que tiverem sofrido o mal, procurarão o remédio no bem. A reação desses vícios serve, portanto, ao mesmo tempo de castigo para uns e de prova para outros. É assim que Deus faz sair o bem do mal, e que os próprios homens aproveitam as coisas más ou desagradáveis.

15 – Se assim é, dir-se-á, o mal é necessário e durará sempre, pois se viesse a desaparecer, Deus ficaria privado de um poderoso meio de castigar os culpados. É inútil, portanto, procurar melhorar os homens. Mas, se não houvesse culpados, não haveria necessidade de castigos. Suponhamos a humanidade transformada numa comunhão de homens de bem: nenhum procuraria fazer mal ao próximo, e todos seriam felizes, porque seriam bons. Tal é o estado dos mundos adiantados, dos quais o mal foi excluído. Tal será o estado da Terra, quando houver progredido suficientemente. Mas enquanto certos mundos avançam, outros se formam, povoados por Espíritos primitivos, e que servem ainda de morada, de exílio e de lugar de expiação para os Espíritos imperfeitos, rebeldes, obstinados no mal, rejeitados pelos mundos que se tornam felizes.

16 – Mas  ai daquele por quem vem o escândalo: quer dizer que o mal sendo sempre o mal, aquele que serviu, sem o saber, de instrumento para a justiça divina, sendo utilizados os seus maus instintos, nem por isso deixou de fazer o mal, e deve ser punido. É assim, por exemplo, que um filho ingrato é uma punição ou uma prova para o pai que o suporta, porque esse pai talvez tenha sido um mau filho, que fez sofrer o seu pai, e agora sofre a pena de talião. Mas o filho não terá desculpas por isso, e deverá ser castigado por sua vez, através dos seus próprios filhos ou de outra maneira.

17 – Se tua mão te serve de causa de escândalo, corta-a: figura enérgica, que seria absurdo tomar-se ao pé da letra, e que significa simplesmente a necessidade de destruirmos em nós todas as causas de escândalo, ou seja, do mal. É necessário arrancar do coração todo sentimento impuro e toda tendência viciosa. Quer dizer ainda que mais vale para o homem ter a mão cortada, do que esta ser para ele o instrumento de uma ação má; ser privado da vista, do que os seus olhos lhe servirem para maus pensamentos. Jesus nada disse de absurdo, para quem souber compreender o sentido alegórico e profundo das suas palavras; mas muitas coisas não podem ser compreendidas, sem a chave oferecida pelo Espiritismo.

Faça aqui suas reflexões, Kardec nos facilitou o entendimento

 

VIBRAÇÕES

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel / Chico Xavier]

 

Com nossos pensamentos elevados, envolvidos em vibrações de amor e paz, pedimos:

Jesus, Médico Sublime, abençoe e suavize as dores de todos aqueles que estão sofrendo internados nos hospitais, muitos em suas próprias casas, outros nos asilos ou pelas ruas..., sofrendo dores físicas e espirituais, que eles tenham o lenitivo para suas dores.

Guia Senhor a todos aqueles que se acham perdidos em meio aos vícios, a solidão, a depressões,  desconsolados e desamparados de si mesmos. Tenha piedade deles Senhor. Que Teu roteiro de amor os guie para os caminhos da recuperação.

Que as crianças e os jovens recebam sempre amor e orientação que os conduza pelos caminhos do bem.

Vibramos Senhor, por todos aqueles que se encontram desempregados e desesperançados. Que Tua Luz os conduza e que encontrem o emprego tão desejado.

Abençoe e Proteja nossa Casa Espírita e todos seus colaboradores, para que possa continuar sendo o Porto Seguro de Almas Aflitas que veem em busca de socorro e amparo espiritual.

Abençoe nossos familiares, aos amigos e principalmente Mestre, àqueles que ainda não te conhecem e não aceitam teus ensinamentos.

Que Tua Proteção Divina se estenda por todos os lares, ao nosso também. Que neles reinem o respeito, a harmonia e o amor.

Pedimos-te Mestre, com muito carinho e respeito, pela Paz Mundial, pelos povos sofridos e por nosso Brasil.

Por fim Mestre Amigo, nós Te pedimos por nós mesmos, compadece-te de nossas fraquezas, de nossas fragilidades e ampara-nos sempre. Que a Tua Paz nos envolva em todos os dias de nossas vidas.

E assim, encerramos nossas reflexões de hoje.

Permaneça conosco Senhor.  

Que assim seja.

 

Tenham todos, uma semana abençoada e feliz!

Paz e Luz!

comments powered by Disqus