Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Cap. VII - itens 13 - A Missão do Homem Inteligente na Terra - 09/04/2018

HORA DO EVANGELHO NO LAR - segunda-feira, 9 de abril de 2018

HORA DO EVANGELHO NO LAR

“Se Deus, em seus desígnios, vos fez nascer num meio onde pudestes desenvolver a vossa inteligência, é que quer a utilizeis para o bem de todos.” – Ferdinando(França – 1862).

 

PRECE

Jesus, Mestre Querido, que disseste: “onde dois ou mais estiverem reunidos em seu nome, eu aí estarei” - esteja conosco neste dia para que possamos melhor compreender vosso ensinamento, nos edificando e melhorando conforme nossas necessidades.
Que Suas palavras se revitalizem em nossa consciência para que em Teu exemplo e com Teus ensinamentos possamos caminhar fortalecidos rumo a nossa evolução espiritual.
Permita Senhor, que nossos mentores possam nos assistir, auxiliando-nos na compreensão do Evangelho e em nossa conduta.

Em Teu Nome, Mestre e com Tua permissão iniciamos nossas reflexões de hoje, permaneça conosco e que assim seja.

Graças a Deus, Graças a Jesus.

 

MENSAGEM INICIAL

PEDRAS

As dificuldades de qualquer natureza são sempre pedras simbólicas, asfixiando-nos as melhores esperanças do dia, do ideal, do trabalho ou do destino, que recebemos na glória do tempo.

É necessário saber tratá-las com prudência, serenidade e sabedoria.

Há diversos modos de considerar os obstáculos, removendo-os ou aproveitando-os.

O preguiçoso recebe os calhaus da luta e estende-se no caminho, sucumbido ao seu peso. É o espírito desanimado, indolente e enfermiço.

O desesperado, em se sentindo sob os granizos da sorte, confia-se à intemperança mental e atira-os ao viandante inocente ou à porta de companheiros inofensivos. É o espírito indisciplinado, renitente e impulsivo, que sabe apenas ferir o próximo ou denegri-lo com atitudes impensadas ou levianas.

O homem inteligente, todavia, recebe as pedras da experiência e, ainda mesmo sangrando as mãos ou o coração, recolhe-as, cuidadoso, valendo-se delas para a confecção de utilidades ou para a construção de edifícios consagrados ao agasalho, ao reconforto ou à benemerência, em favor dele mesmo, e de quantos ao acompanham na marcha evolutiva.

Ninguém passará ileso nos caminhos do mundo.

As pedras da incompreensão e da dor, no ambiente comum da existência carnal, chovem sobre todos.

Do entendimento e da conduta de cada um dependerão a felicidade ou o infortúnio, na laboriosa romagem terrestre...

Do livro "Vida em Vida", Emmanuel/Chico Xavier

 

LEITURA DO EVANGELHO

Capítulo 7 – BEM-AVENTURADOS OS POBRES DE ESPÍRITO

Instruções dos Espíritos: II – Missão do Homem Inteligente na Terra – item 13

Ferdinando, Espírito Protetor,

Bordéus, 1862

13 – Não vos orgulheis por aquilo que sabeis, porque esse saber tem limites bem estreitos, no mundo que habitais. Mesmo supondo que sejais um das sumidades desse globo, não tendes nenhuma razão para vos envaidecer. Se Deus, nos seus desígnios, vos fez nascer num meio onde pudestes desenvolver a vossa inteligência, foi por querer que a usásseis em benefício de todos. Porque é uma missão que Ele vos dá, pondo em vossas mãos o instrumento com o qual podeis desenvolver, ao vosso redor, as inteligências retardatárias e conduzi-las a Deus. A natureza do instrumento não indica o uso que dele se deve fazer? A enxada que o jardineiro põe nas mãos do seu ajudante não indica que ele deve cavar? E o que diríeis se o trabalhador, em vez de trabalhar, erguesse a enxada para ferir o seu senhor? Diríeis que isso é horroroso, e que ele deve ser expulso. Pois bem, não se passa o mesmo com aquele que se serve da sua inteligência para destruir, entre os seus irmãos, a ideia da Providência? Não ergue contra o seu Senhor a enxada que lhe foi dada para preparar o terreno? Terá ele direito ao salário prometido, ou merece, pelo contrário, ser expulso do jardim? Pois o será, não o duvideis, e arrastará existências miseráveis e cheias de humilhação, até que se curve diante daquele a quem tudo deve.

A inteligência é rica em méritos para o futuro, mas com a condição de ser bem empregada. Se todos os homens bem dotados se servissem dela segundo os desígnios de Deus, a tarefa dos Espíritos seria fácil, ao fazerem progredir a humanidade. Muitos, infelizmente, a transformaram em instrumento de orgulho e de perdição para si mesmos. O homem abusa de sua inteligência, como de todas as suas faculdades, mas não lhe faltam lições, advertindo-o de que uma poderosa mão pode retirar-lhe o que ela mesma lhe deu. 

 

REFLEXÕES: Todo o homem possui uma missão, grande ou pequena, no planeta Terra. A escolha de uma profissão, quando bem refletida, revela os anseios divinos com relação ao nosso desenvolvimento intelectual e moral. Embora não exista a fatalidade, há um determinismo que guia os nossos passos, fruto de nossa escolha, quando desencarnados. Se Deus, na sua infinita bondade, concedeu-nos a oportunidade de renascermos num meio em que possamos desenvolver a nossa inteligência, é para que a utilizemos em nosso benefício e dos nossos semelhantes. A inteligência desenvolvida é um talento com finalidade útil nas mãos das criaturas, para que estas ajudem àqueles que têm uma inteligência menos desenvolvida, objetivando fazer com que se aproximem, cada vez mais, do Criador. Abusar dessa faculdade é assumir graves responsabilidades de débitos, cujo resgate é muito doloroso.

Pensemos nisto! (Podemos complementar o estudo com as questões 371 a 378 do Livro dos Espírito e, com as questões 117 a 126 e 204 a 206 do livro O Consolador.)

 

PRECE E VIBRAÇÕES –

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel/Chico Xavier]

E assim, Mestre Amado, agradecidos por mais este encontro de corações e em tranquila serenidade, vamos transformando nossos pensamentos em vibrações de amor e de reconforto em benefício de todos aqueles que sofrem, encarnados e desencarnados. Vibremos:

- pela paz Universal, por todos os povos, especialmente aqueles que se encontram em guerras e por nosso querido Brasil;
- pelos espíritos que reencarnam com missões definidas;
- pelos doentes do corpo e da alma, que se encontram internados ou em seus lares, que possam receber o medicamento necessários para suas dores físicas e espirituais;

- pelos velhinhos internados em asilos, casas de repousos, solitários e desamparados dos familiares;

- por todos os jovens e por todas as crianças, para que sejam sempre protegidos de todo o mal e amparados em sua evolução;

- por todas as casas que propagam o Evangelho de Jesus, por seus dirigentes, colaboradores e assistidos;

- por todos os nossos amigos e por aqueles que se colocam como nossos inimigos, que eles encontrem a liberdade e a paz;

- por todos os lares da terra, para que haja sempre harmonia e paz entre os casais e os filhos;

- Vamos deixando uma suave vibração amorosa para que seja utilizada pela equipe espiritual de socorro, nos casos mais necessitados;

- por fim, com muita gratidão em nossos corações, pedimos permissão para vibrarmos por nós mesmos e, para que através da misericórdia Divina, nossas águas sejam fluidificadas, que contenham os medicamentos necessários para nossa saúde física, espiritual e mental.
Graças vos damos Mestre Amado por tudo que nos ensina em todos os momentos de nossas vidas, por permitir sermos sempre amparados e alicerçados pelos benfeitores espirituais, anjos dos céus, que veem em nosso socorro quando nos sentimos fraquejar, fortalecendo-nos com suas orações e suas vibrações de paz. Que saibamos Senhor utilizar a inteligência que nos deste sempre a serviço do bem, do amor e em favor de nós mesmos.

Que Tua Paz nos envolva sempre.

Que assim seja.

 

Uma abençoada semana a todos.

Paz e Luz.

comments powered by Disqus