Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Estudo Semanal do Livro dos Espíritos. 25/07/2017

Adauto Alves de Lima - terça-feira, 25 de julho de 2017
O LIVRO DOS ESPÍRITOS > PARTE SEGUNDA - DO MUNDO ESPÍRITA OU MUNDO DOS ESPÍRITOS > CAPÍTULO VI - DA VIDA ESPÍRITA > RECORDAÇÃO DA EXISTÊNCIA CORPÓREA

308. O Espírito se recorda de todas as existências que precederam a que acaba de ter?

“Todo o seu passado se lhe desdobra à vista, quais a um viajor os trechos do caminho que percorreu. Mas, como já dissemos, não se recorda de modo absoluto de todos os seus atos. Lembra-se destes na medida da influência que tiveram na criação do seu estado atual. Quanto às primeiras existências, as que se podem considerar a infância do Espírito, essas se perdem no vago e desaparecem na noite do esquecimento. ”

309. Como considera o Espírito o corpo de que vem de separar-se?

“Como veste desconfortável que o incomodava, sentindo-se feliz por estar livre dela”

309a) – Que sensação lhe causa o espetáculo do seu corpo em decomposição?

“Quase sempre se conserva indiferente a isso, como a uma coisa que em nada o interessa.”

310. Ao cabo de algum tempo, reconhecerá o Espírito os ossos ou outros objetos que lhe tenham pertencido?

“Algumas vezes, dependendo do ponto de vista mais ou menos elevado donde considere as coisas terrenas. ”

311. O respeito que se tenha pelos objetos materiais que pertenceram ao Espírito lhe dá prazer e atrai a sua atenção para esses objetos?

“É sempre grato ao Espírito que se lembrem dele, e os objetos que lhe pertenceram trazem-no à memória dos que ele no mundo deixou. Mas o que o atrai é o pensamento destas pessoas e não aqueles objetos. ”
 312. E a lembrança dos sofrimentos por que passaram na última existência corporal, os Espíritos a conservam?
“Frequentemente assim acontece e essa lembrança lhes faz compreender melhor o valor da felicidade de que podem gozar como Espíritos.”
?

Lima, Adauto Alves de

Fones: (17) 3232.3321 / 997911320

comments powered by Disqus