Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - Cap. II - itens 1 a 3 - A Vida Futura - segundas feiras, 12hs.

Departamento de Evangelho no Lar - CEFA - segunda-feira, 12 de junho de 2017

 

HORA DO EVANGELHO NO LAR


“Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo...”  - JESUS - João, 18: 36.

PRECE

Queridos irmãos vamos orar.

Mestre Jesus, que a Tua luz se faça presente em nossas vidas, que possamos seguir os Teus ensinamentos e que em nossos pensamentos estejam sempre ligados em Ti.

Amado Mestre, que possamos enxergá-lo a nossa volta. Na natureza que nos acolhe, na chuva que nutre a terra, nas estrelas do firmamento, no sorriso da criança, na sabedoria dos velhos, no irmão que o pão implora, na caridade que nos renova e nos permite sentir a tua presença.

Que sejamos fortes em nossa missão sendo instrumentos da Tua paz.

Que possamos assimilar os Teus ensinamentos e aplica-los sempre em nosso dia-a-dia.

E assim em Teu Nome Mestre Jesus e com Tua permissão, em nome de Francisco de Assis e dos Benfeitores Espirituais responsáveis por este trabalho de amor, mas acima de tudo em Nome de Deus, Nosso Pai, damos início ao nosso estudo do Teu Evangelho de Luz, roteiro de nossas vidas.

Permaneça sempre conosco e que assim seja.

 

MENSAGEM INICIAL

NA CONSTRUÇÃO DO  FUTURO

Esperavas pelos irmãos do caminho a fim de te entregares a construção da Terra melhor e quedas-te, muita vez, em amargoso desalento porque tardem a vir.

Observa, porém, a estrada longa da evolução, para que o entendimento te pacifique.

Milhares deles são corações de pensamento verde que te rogam apoio e outros muitos seguem trilha adiante, inibidos- por névoas interiores que desconhecem.

Repara os que se renderam às lágrimas excessivas.

Choraram tanto que turvaram os olhos não mais divisando os companheiros infinitamente mais desditosos a lhes suplicarem auxilio nas vascas da aflição.

Contempla os que passam, vaidosos sem saberem utilizar, construtivamente, os favores da fortuna.

Habituaram-se tanto às enganosas vantagens da moeda abundante que perderam o senso íntimo.

Enumera os que se embriagam de poder transitório.

Abusaram tanto da autoridade que caíram na exaltação da paranoia sem darem conta disso.

Relaciona os que asseveram amar, transformando a afetividade no egoísmo envolvente.

Apaixonaram-se tanto por criaturas e cousas, cultivando exigências, que deliram positivamente sem perceber.

Anota os que avançam, hipnotizados pelas dignidades que receberam do mundo.

Fascinaram-se tanto pelas honras exteriores que olvidaram os semelhantes a quem lhes compete o dever de servir.

Nenhum deles atrasou por maldade.

Foram vítimas da ilusão que, frequentemente, se agiganta qual imenso nevoeiro na periferia da vida, mas regressarão depois à verdade triunfante para atenderem as tarefas que realizas.

Para todos eles que ainda não conseguiram chegar à grande renovação é compreensível o adiamento do trabalho a fazer.

Entretanto, nada nos justificaria desânimo ou deserção na obra do Cristo, porque embora estejamos consideravelmente distantes da sublimação necessária, transportamos conosco o raciocínio lúcido e libertado no sustento da fé.

 

(Da obra "Livro da Esperança", Emmanuel/Francisco Cândido Xavier)

 

LEITURA DO EVANGELHO

Capítulo II – MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO

A VIDA FUTURA – itens 1 a 3

1 – “Tornou pois a entrar Pilatos no pretório, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Reino dos Judeus? Respondeu-lhe Jesus: O meu Reino não é deste mundo; se o meu Reino fosse deste mundo, certo que os meus ministros haviam de pelejar para que eu não fosse entregue aos judeus; mas por agora o meu Reino não é daqui. Disse-lhe então Pilatos: Logo, tu és rei? Respondeu Jesus: Tu o dizes, que eu sou rei. Eu não nasci nem vim a este mundo senão para dar testemunho da verdade; todo aquele que é da verdade ouve a minha voz”. (João, cap. XVIII, 33-37)

 

A VIDA FUTURA

2 – Por estas palavras, Jesus se refere claramente à vida futura, que ele apresenta, em todas as circunstâncias, como o fim a que se destina a humanidade, e como devendo ser o objeto das principais preocupações do homem sobre a terra. Todas as suas máximas se referem a esse grande princípio. Sem a vida futura, com efeito, a maior parte dos seus preceitos de moral não teriam nenhuma razão de ser. É por isso que os que não creem na vida futura, pensando que ele apenas falava da vida presente, não os compreendem ou os acham pueris.

 Esse dogma pode ser considerado, portanto, como o ponto central do ensinamento do Cristo. Eis porque está colocado entre os primeiros, no início desta obra, pois deve ser a meta de todos os homens. Só ele pode justificar os absurdos da vida terrestre e harmonizar-se com a justiça de Deus.

3 – Os judeus tinham ideias muito imprecisas sobre a vida futura. Acreditavam nos anjos, que consideravam como os seres privilegiados da criação, mas não sabiam que os homens, um dia, pudessem tornar-se anjos e participar da felicidade angélica. Segundo pensavam, a observação das leis de Deus era recompensada pelos bens terrenos, pela supremacia de sua nação no mundo, pelas vitórias que obteriam sobre os inimigos. As calamidades públicas e as derrotas eram os castigos da desobediência. Moisés o confirmou, ao dizer essas coisas, ainda mais fortemente, a um povo ignorante, de pastores, que precisava ser tocado antes de tudo pelos interesses deste mundo. Mais tarde, Jesus veio lhes revelar que existe outro mundo, onde a justiça de Deus se realiza. É esse mundo que ele promete aos que observam os mandamentos de Deus. É nele que os bons são recompensados. Esse mundo é o seu reino, no qual se encontra em toda a sua glória, e para o qual voltará ao deixar a Terra.

Jesus, entretanto, conformando o seu ensino ao estado dos homens da época, evitou lhes dar os esclarecimentos completos, que os deslumbraria em vez de iluminar, porque eles não o teriam compreendido. Ele se limitou a colocar, de certo modo, a vida futura como um princípio, uma lei da natureza, à qual ninguém pode escapar. Todo cristão, portanto, crê forçosamente na vida futura, mas a ideia que muitos fazem dela é vaga, incompleta, e por isso mesmo falsa em muitos pontos. Para grande número, é apenas uma crença, sem nenhuma certeza decisiva, e daí as dúvidas, e até mesmo a incredulidade.

O Espiritismo veio completar, nesse ponto, como em muitos outros, o ensinamento do Cristo, quando os homens se mostraram maduros para compreender a verdade. Com o Espiritismo, a vida futura não é mais simples artigo de fé, ou simples hipótese. É uma realidade material, provada pelos fatos. Porque são as testemunhas oculares que a vêm descrever em todas as suas fases e peripécias, de tal maneira, que não somente a dúvida já não é mais possível, como a inteligência mais vulgar pode fazer uma ideia dos seus mais variados aspectos, da mesma forma que imaginaria um país do qual se lê uma descrição detalhada. Ora, esta descrição da vida futura é de tal maneira circunstanciada, são tão racionais as condições da existência feliz ou infeliz dos que nela se encontram, que acabamos por concordar que não podia ser de outra maneira, e que ela bem representa a verdadeira justiça de Deus.

 

REFLEXÕES: Com estas palavras Jesus demonstra o que vem a ser a vida futura, que está relacionada com a vida Espiritual. Muita gente se preocupa para onde vão após a desencarnação. Sem a vida futura veria cessar as nossas esperanças de um mundo melhor. Aqueles que confundiram o que Ele falou pensando ser a vida material, não entenderam suas palavras. Somente o espiritismo, vindo quando o homem, mais amadurecido em inteligência e sensibilidade, teria capacidade para compreender e perceber, pôde trazer a prova da existência da continuidade. A vida futura "é uma realidade material provada pelos fatos" e é em função dela que devemos entender a mensagem de Jesus, vivendo na Terra, usufruindo dos seus recursos, participando de tudo que ela possa no oferecer, mas sempre tendo por base a continuidade do viver eternamente. Quando aceitamos a continuidade da vida, não podemos mais viver de maneira leviana e inconsequente: Jesus veio, justamente, mostrar a nossa responsabilidade no progresso que temos de fazer em nós e ao redor de nós. Se aceitamos Jesus como o maior mensageiro de Deus na Terra, nosso guia, nosso modelo, temos de aceitar também seus ensinos, esforçando-nos em vivenciá-los em nosso viver.

 

PRECE E VIBRAÇÕES 

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel / Chico Xavier]

Deus Pai, Senhor de tudo e de todos, criador da vida, aqui estamos sedentos do teu amor.

Sabemos que insondáveis são os teus desígnios, como acreditamos que infinita é tua misericórdia. Elevamos nossos pensamentos a Vós para emanar boas vibrações.

Te pedimos Pai, que Tua Luz recaia sobre todos os Teus filhos que ainda se encontram nas trevas da ignorância, da dor e da angústia...

Rogamos pelos pais angustiados, pelos filhos chorosos e irmãos rancorosos... Que todos os lares sintam a Tua presença divina e todos os habitantes sejam iluminados pela luz do Teu amor, que a espiritualidade amiga se façam presente levando consolo, paz e esperança a cada lar necessitado do Teu amparo.

Que cada um veja a face do Cristo no seu irmão, que seus pais abracem os seus filhos oferecendo-lhes o aconchego e proteção, que os filhos sintam toda segurança de um amor incondicional; que os que choram pelo abandono, tenham a alegria de receber de volta, aqueles que partiram em busca de aventura ilusória, que a saúde de cada ente querido seja restabelecida, que as famílias enlutadas recebam o conforto e a certeza de um reencontro no futuro, que todos os vícios sejam extinto do seio familiar, que reine a solidariedade, o perdão e o amor, oh! Deus de bondade, que nunca nos falte o pão da carne e o espiritual.

Que atmosferas harmoniosas se formem em cada lar, e que a tua face se faça presente a cada um e, que assim, suas estruturas emocionais sejam reforçadas com a fé e o amor e que Teu Reino de Luz seja edificado no coração de cada irmão.

E por último, Senhor, rogamos Tuas bênçãos para nós mesmos, criaturas ainda necessitadas da Tua compreensão.

Pedimos-te em nome de Jesus, que abençoe nosso mãe Terra, que abençoe todos os países e todos os povos para que a Paz e a Harmonia se instale entre Teus filhos.

Graças Vós damos por estes momentos de aprendizado, preces e vibrações e finalizando pedimos Tua permissão para que os Benfeitores Espirituais fluidifiquem nossas águas, higienizem nossos lares, deixando em cada canto e recanto as vibrações de saúde, paz e harmonia de que tanto necessitamos.

Que Tua Paz nos envolva sempre. Que assim seja.

 

UMA ABENÇOADA SEMANA PARA TODOS!!!
COM NOSSO CARINHO.

comments powered by Disqus