Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - Carregar a Cruz, Quem Quiser Salvar a Vida , 17 a 19 - segundas, 12hs.

Departamento de Evangelho no Lar - CEFA - segunda-feira, 1 de agosto de 2016

HORA DO EVANGELHO NO LAR

“Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”

- JESUS (MARCOS, 8:34)

 

PRECE

Jesus amigo, mais uma vez, aqui estamos reunidos em Teu nome, rogando ao Teu generoso coração que nos ampare na realização de nosso estudo de hoje.

Envolva-nos com Tuas vibrações de paz e de amor. Que sejamos inspirados por Teus mensageiros na compreensão de Teus ensinamentos, para que possamos aplica-los em nossas ações, em nossas atitudes, em nossos pensamentos.

Que ao  término de nossos estudos, possamos estar mais esclarecidos, compreendendo melhor as dificuldades dos nossos semelhantes, compreendendo melhor a vida, compreendendo nossas próprias fragilidades e compreendendo a necessidade imediata de promovermos a nossa transformação moral.

E assim Mestre Jesus em Teu nome, em nome dos benfeitores que coordenam esta tarefa, mas sobretudo em nome de Deus, iniciamos mais um Estudo do Evangelho.

Permaneça conosco Senhor e que assim seja!

 

MENSAGEM INICIAL
NOSSA  CRUZ

“Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”

- JESUS (MARCOS, 8:34)

 

Ninguém se queixe inutilmente.

A dor é processo.

A perfeição é fim.

Assim sendo, caminheiros da evolução ou da redenção têm, cada qual, a sua cruz.

Esse almeja, aquele deve.

E para realizar ou ressarcir, a vida pede preço.

Ninguém conquista algo, sem esforçar-se de algum modo; e ninguém resgata esse ou aquele débito, sem sofrimento.

Enquanto a criatura não adquire consciência da própria responsabilidade, movimenta-se no mundo à feição de semi-racional, amontoando problemas sobre a própria cabeça.

Entretanto, acordando para a necessidade da paz consigo mesma, descobre de imediato a cruz que lhe cabe ao próprio burilamento.

Encarnados e desencarnados, jungidos à Terra, vinculam-se todos ao mesmo impositivo de progresso e resgate.

No círculo carnal, a cruz é a dificuldade orgânica, o degrau social, o parente infeliz...

No plano espiritual, é a vergonha do defeito íntimo não vencido, a expiação da culpa, o débito não pago...

Tenhamos, pois, a coragem precisa de seguir o Senhor em nosso anseio de ressurreição e vitória.

Para isso, porém, não nos esqueçamos de que será preciso olvidar o egoísmo enquistante e tomar a nossa cruz.

 Livro Palavras de vida eterna. Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier

 

LEITURA DO EVANGELHO
Cap. XXIV – NÃO POR A CANDEIA DEBAIXO DO ALQUEIRE

Carregar a Cruz – Quem Quiser Salvar a Vida itens 17a19

17 – Bem aventurados sereis quando os homens vos aborrecerem, e quando vos separarem, e carregarem de injúrias, e rejeitarem o vosso nome como mau, por causa do Filho do Homem. Folgai naquele dia, e exultai; porque, olhai, que grande é o vosso galardão no céu; porque desta maneira tratavam aos profetas os pais deles. (Lucas, VI: 22-23).

18 – Chamando para perto de si o povo e os discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir nas minhas pegadas, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me; porquanto, aquele que se quiser salvar a si mesmo, perder-se-á; e aquele que se perder por amor de mim e do Evangelho se salvará. Com efeito, de que serviria a um homem ganhar o mundo todo e perder-se a si mesmo?    (S. MARCOS, cap. VIII, vv. 34 a 36; - S. LUCAS, cap. IX, vv. 23 a 25; - S. MATEUS, cap. X, vv. 38 e 39; - S. JOÃO, cap. XII, vv. 25 e 26.).

19 - Rejubilai-vos, diz Jesus, quando os homens vos odiarem e perseguirem por minha causa, visto que sereis recompensados no céu. Podem traduzir-se assim essas verdades: “Considerai-vos ditosos, quando haja homens que, pela sua má vontade para convosco, vos deem ocasião de provar a sinceridade da vossa fé, porquanto o mal que vos façam redundará em proveito vosso. Lamentai-os a cegueira, porém, não os maldigais”.

Depois, acrescenta: “Tome a sua cruz aquele que me quiser seguir”, isto é, suporte corajosamente as tribulações que sua fé lhe acarretar, dado que aquele que quiser salvar a vida e seus bens, renunciando-me a mim, perderá as vantagens do reino dos céus, enquanto os que tudo houverem perdido neste mundo, mesmo a vida, para que a verdade triunfe, receberão, na vida futura, o prêmio da coragem, da perseverança e da abnegação de que deram prova. Mas, aos que sacrificam os bens celestes aos gozos terrestres, Deus dirá: "Já recebestes a vossa recompensa”.

REFLEXÕES:  Essa passagem é destacada nos quatro Evangelhos do Novo Testamento, o que nos reforça o entendimento de como é importante o ensinamento que aí está contido. Significa um convite à renovação espiritual através das conquistas de novos valores intelectuais e morais, que despertam e aprimoram as coisas do nosso mundo interior, vencendo a nós mesmos, reajustando nossas dificuldades mentais, emocionais e sentimentais. Quando diz: se alguém QUISER, vemos que é necessário querer, é algo que requer vontade, desejo profundo. Não somos forçados e nem coagidos a atender, a aceitar a este convite. A escolha é do próprio interessado. Quando Jesus recomenda para negarmos a nós mesmos, não significa que devemos largar tudo que temos e deixar todas as coisas para trás.  Mas, sim, que devemos largar todo sentimento de inveja, orgulho, cobiça, vaidade, avareza, ira, desejo de vingança, vícios e outros sentimentos abomináveis; negar a si mesmo é a transformação íntima, a transformação moral que implica no autoconhecimento. “Tome a sua cruz” - Essas cruzes não significam a cruz de madeira que o Cristo suportou, mas fazem parte do nosso viver, representam nossas dificuldades e os obstáculos na vida presente, consequências, muitas vezes, de nossos erros do passado. Tomamos figurativamente nossas cruzes quando nos comprometemos a suportá-las com resignação e a nos aceitar como seres ainda imperfeitos, mas procurando burilar-nos, melhorar-nos mesmo que vagarosamente. Cada um de nós tem cruzes para carregar. A cruz é pessoal e intransferível. Nos dois planos da vida não há conquista sem esforço. Assim, para nós, encarnados, a cruz é qualquer dificuldade que nos aprimore o espírito, seja uma doença ou qualquer obstáculo de difícil superação em nossa vida. Já para os desencarnados, são os vícios não superados, os resgates não realizados, a culpa, o remorso pelas dificuldades o enfrentadas ou mal sofridas, enquanto estavam no corpo carnal. Nós carregamos figurativamente nossas cruzes quando nos comprometemos, quando assumimos nossas responsabilidades. Sigamos a Jesus, nosso guia e modelo, lembrando de tudo o que ele nos ensinou e, a cada situação difícil que enfrentarmos imaginemos o Mestre, pensando como ele agiria se estivesse em nosso lugar. Pensemos nisto.

 

PRECE E VIBRAÇÕES –

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia."
[Emmanuel / Chico Xavier]

E assim, caminhando para o encerramento de nossas reflexões, vamos unindo nossos corações, nossos pensamentos e sentimentos agradecendo a Jesus por estes momentos de paz e reflexão, pedindo que Ele que estenda suas mãos misericordiosas sobre todos nós e sobre nossos familiares, nos abençoando e renovando nossas energias de acordo com a necessidade de cada um, que essas bênçãos cheguem até nossas águas, fluidificando-as, para que através delas possamos adquirir saúde e vitalidade, força e coragem para as lutas de todos os dias, para nossa transformação moral e espiritual, para vivermos em harmonia com tudo e com todos.

Agora, protegidos e amparados, vamos juntos vibrar para que a Paz Mundial e a harmonia entre os povos se estabeleçam.

Vibremos pelo nosso Brasil e por nossos governantes.

Vibramos por todos os que estão em sofrimento neste momento, encarnados e desencarnados, que recebam os lenitivos suas dores;

Vibramos Senhor, amorosamente pelos suicidas para que suas dores e aflições sejam amenizar para que possam serem esclarecidos e amparados.

Vibramos por todos aqueles que se encontram presos aos vícios para que encontrem o caminho da libertação. Vibramos também Senhor por todos aqueles que passam pelas aflições das depressões, das doenças mentias. Tenha piedade deles Senhor, que possam receber o refrigério para suas dores e necessidades.

Vibramos em benefício de todos aqueles que neste momento estão passando por dificuldades, que estão desempregados e que estão em busca de um caminho digno para sua sobrevivência e a de seus familiares. Que todos eles tenham sempre força e coragem para enfrentarem os desafios da vida.

Abençoe a todos aqueles que convivem conosco em especial aqueles que tornam a convivência mais difícil, que precisam de mais amor e por aqueles que se consideram nossos inimigos.

Divino Amigo esteja sempre ao nosso lado dando-nos discernimento em nossas ações.

Graças vos damos Senhor pelo privilégio do estudo edificante e do trabalho no bem, e principalmente pela Tua presença em nossas vidas.

Permaneça sempre conosco Senhor agora e sempre que Assim seja!

Graças a Deus, graças a Jesus.

 

Uma semana de muitas alegrias a todos.

Paz e Luz!

comments powered by Disqus