Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - Transmissão da Riqueza – item 15 - segundas feiras, 12hs.

Departamento de Evangelho no Lar - CEFA - segunda-feira, 6 de junho de 2016
HORA DO EVANGELHO NO LAR    

“Porque a paixão do dinheiro é a raiz de toda a espécie de males e, nessa cobiça, alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” — Paulo  (1 Timóteo, 6.10)

 

 PRECE INICIAL

Queridos irmãos, que a Paz de Jesus nos envolva neste momento.

Mestre Jesus, mais uma vez aqui estamos reunidos neste ambiente virtual para o estudo de teu Evangelho, para a elevação de nossos corações a Ti Mestre Querido. Que possamos nestes momentos de estudos e reflexões sermos tocados pelo Teu imenso Amor e, através da compreensão e discernimento de Teus ensinamentos, nos tornarmos perseverantes servidores.

Rogamos Divino Amigo que teu coração generoso nos abençoe, nos ampare e nos proteja sempre e que permita Senhor a presença de nossos benfeitores espirituais para auxiliar-nos o entendimento.

E assim em Teu nome Pai Amado, com tua permissão e em nome de Jesus e dos benfeitores espirituais, iniciamos nossos estudos de hoje.

Sê conosco Senhor, por hoje e sempre!

Que assim seja!

Graças a Deus, Graças a Jesus.

 

MENSAGEM INICIAL

DINHEIRO E ATITUDE DO LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA.

Não encarceres o dinheiro para que o dinheiro não te encarcere.

Bênção da vida que o Senhor permite circule na organização da comunidade, qual sangue no corpo, converte-se em perigoso tirano de quem o escraviza.

Deforma, por isso mesmo, os corações que o segregam no vício, como se faz verdugo implacável do avarento que o trancafia nos cofres da usura.

Algemado à inteligência perversa, transforma-se em arma destruidora, e extorquido às lágrimas de viúvas e órfãos, vinga-se daqueles que o recolhem, instilando-lhes enfermidades e cegueira de espírito.

Libertado, porém, no campo do progresso e da bondade, converte-se em oculto libertador daqueles que o libertam.

É por essa razão que se faz alegria na colher de leite à criança desamparada ou no leito simples que agasalha o doente sem teto, voltando em forma de paz àqueles que o distribuem

Orientado na direção dos que sofrem é prece de gratidão em louvor dos braços que o movimentam e conduzido aos círculos de aflição é cântico inarticulado de amor para as almas que o semeiam na gleba castigada do sofrimento.

Não é a moeda que envilece (enaltece) o homem e sim o homem que a envilece (enaltece), no desvario das paixões que o degradam.

Deixa, pois, que o dinheiro de passagem por tuas mãos se faça bênção de trabalho e educação, caridade e socorro, à feição do ar que respiras sem furtá-lo aos pulmões dos outros, e perceberás que o dinheiro, na origem, é propriedade simples de Deus.

Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier. Livro: Palavras de Vida Eterna.

 

LEITURA DO EVANGELHO

CAPÍTULO XVI – NÃO SE PODE SERVIR A DEUS E A MAMON

III – DESPRENDIMENTO DOS BENS TERRENOS – Transmissão da Riqueza – item 15

 

SÃO LUIS

Paris, 1860

15 – O princípio segundo o qual o homem é apenas o depositário da fortuna, de que Deus lhe permite gozar durante a vida, tira-lhe o direito de transmiti-la aos descendentes?           

O homem pode perfeitamente transmitir, ao morrer, os bens de que gozou durante a vida, porque a execução desse direito está sempre subordinada à vontade de Deus, que pode, quando o quiser, impedir que os descendentes venham a gozá-los. É por isso que vemos ruírem fortunas que pareciam solidamente estabelecidas. A vontade do homem, de conservar a sua fortuna na linha de sua descendência, é portanto impotente. Mas isso não lhe tira o direito de transmitir o empréstimo recebido, desde que Deus o retirará quando julgar conveniente.

 

REFLEXÕES: São Luís responde que a execução do direito de transmitir os bens está sempre subordinado à vontade de Deus, cujas leis agem sempre de acordo com as necessidades evolutivas de cada Espírito. Assim, se for melhor para seus descendentes, visando o processo evolutivo, ficar sem esses bens, eles os perderão, de alguma forma, por não precisarem da prova da riqueza, ou porque lhes serão mais proveitosas as experiências de pouco ou nada possuir, além do que possam conquistar em uma vida mais simples. O desprendimento dos bens terrenos é uma virtude que nos capacita a valorizar os bens materiais que Deus nos concede e utilizá-los em benefício de todos, devemos estar cientes de que sua posse é transitória e que sua utilidade deve estar direcionada sempre a prática do bem, da melhor maneira possível. Lembremo-nos de que há bens infinitamente mais preciosos que os materiais, embora precisemos deles aqui na terra, bens que adquirimos na prática silenciosa da caridade e que apenas estes é que nos acompanharão na eternidade, dando-nos paz interior e harmonia.  Ver Livro dos Espíritos, questão 925. Por que Deus beneficia com os bens da fortuna certos homens que não parecem merecê-los? — Esse é um favor aos olhos daqueles que não enxergam além do presente; mas sabei-o, a fortuna e uma prova geralmente mais perigosa que a miséria. (Ver também os itens 808 e seguintes.)

 

VIBRAÇÕES

E assim, fortalecidos e em tranquila serenidade, confiantes em Deus, Pai da Vida e em nosso Divino Amigo e Mestre Jesus, vamos vibrar e vibrar é doarmos nossos melhores pensamentos e sentimentos.

Vamos iniciar vibrando pelo Bem Universal, pela Paz Mundial e harmonia entre todos os povos.

Vamos vibrar pelo nosso Brasil, imaginando o seu contorno todo iluminado, e que essa luz seja forte para iluminar nossos governantes, envolvendo-os com amor e justiça.

Vamos vibrar por todos aqueles que neste momento estão sofrendo as dores do corpo e as da alma, que estão sofrendo privações de natureza material e espiritual, para que possam ser amparados pela Divina Misericórdia.

Vibremos por todas as religiões que divulgam o Evangelho de Jesus e por todos os espíritos com tarefas Evangélicas.

Vibremos por nossas Casas Espíritas que nos acolhem sempre, por todos os trabalhos lá realizados, por todos os trabalhadores voluntários, coordenadores e dirigentes, especialmente por nossos companheiros que se encontram doentes do corpo, necessitando do amparo de Jesus, que tenham sua saúde física, espiritual e mental reequilibradas, harmonizadas e que, fortalecidos, retornem brevemente ao nosso convívio.

Vamos vibrar por todos os lares da Terra, principalmente por aqueles que se encontram em desarmonia, que o amor e a compreensão se instale entre seus membros.

Vamos vibrar por todos os que nos pedem preces, para que sejam amparados e fortalecidos em suas necessidades.

Vibremos por nosso local de trabalho e por todos os companheiros, para que haja fraternidade, colaboração e harmonia entre todos.

Vibremos por nossos familiares, amigos, e supostos inimigos.

Vibremos pelos nossos lares e por nossos queridos, imaginando a figura meiga de Jesus entrando pela porta principal, deixando um rastro de luz, que ilumina e higieniza todos os ambientes e essa luz transborda por portas e janelas e vai envolvendo aos nossos vizinhos, pacificando e abençoando a todos.

E assim, envolvidos por essa luz de amor e de paz, vamos pedimos a Jesus, permissão para vibrarmos por nós mesmos, para que tenhamos sempre discernimento e perseverança em nossas ações, sendo o mais assertivo possível. Obrigada Senhor. 

Graças a Deus, Graças a Jesus. (Silenciar uns segundinhos)

                

PRECE FINAL

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel / Chico Xavier]

 Amado Mestre Jesus, louvamos a Deus a graça que nos foi dado com Tua vinda ao nosso Planeta, de Te encontrarmos em nossa existência e, diante do Teu amor rogamos: estenda sobre nós Tuas Mãos Misericordiosas e nos abençoe com a Tua Paz, com Teu Amor, abençoe nossas águas dando-nos o lenitivo para nossas dores e dificuldades, concedendo-nos o dom da serenidade e da confiança em Tua presença, auxiliando-nos a sermos mais solidários e fraternos, ensinando-nos a usar os bens que possuímos sem egoísmo, sem apego e com responsabilidade.

Dai-nos Senhor a graça de superarmos os limites dos bens materiais, para termos a grandiosidade de buscar-Te acima de todas as coisas terrenas, valorizando os bens espirituais, que nos elevam e nos dignificam.

Agradecemos Mestre a presença dos benfeitores espirituais e a Tua presença em nossas vidas.

Permaneça conosco, envolvendo-nos sempre no Teu amor e na Tua Paz. Que assim seja

Graças a Deus, graças a Jesus.

 

Uma feliz semana a todos!

Paz e Luz!

comments powered by Disqus