Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - Parábola dos Talentos - item 6 - segundas feiras, 12hs.

Departamento de Evangelho no Lar - CEFA - segunda-feira, 30 de maio de 2016
HORA DO EVANGELHO NO LAR
“E, tendo medo, escondi na terra o teu talento.” – (Mateus, 25:25.)

  

PRECE INICIAL

Queridos irmãos, que a Paz de Jesus envolva a todos neste momento.

Vamos elevando nossos pensamentos a Jesus e orarmos:

Mestre Jesus, que o estudo de hoje possa nos iluminar e nos fazer refletir com clareza sobre nossas ações de cada dia, lembrando-nos sempre que, cada gesto de amor que realizarmos em favor de nossos semelhantes é mais um passo na direção de nossa evolução espiritual.

Que sejamos amparados e fortalecidos na fé e no amor. Mestre Jesus, permita que nossos benfeitores espirituais nos deem assistência para que possamos ter os esclarecimentos necessários para assimilarmos Teus ensinamentos.

Obrigada Senhor, por mais este dia em nossas vidas, por esta manhã tão linda, por nossa família, pela oportunidade do estudo edificante e sobretudo, pela Tua Presença em nossas vidas.

E assim Mestre Jesus, em teu Nome, iniciamos mais nossas reflexões acerca do teu evangelho de luz.

Sê conosco Mestre, que assim seja!

Graças a Deus, Graças a Jesus.

 

MENSAGEM INICIAL

CRISTO EM CASA

Se desejas extinguir

A sombra que aflige e atrasa,

Não olvides acender

A luz do Evangelho em casa.

Quanto possível, nas horas

De doce união no lar,

Estende a Lição Divina

Ao grupo familiar.

Na chama viva da prece,

O culto nobre inicia,

Rogando discernimento

À Eterna Sabedoria.

Logo após, lê, meditando

O Texto Renovador

Da Boa Nova sublime,

Que é fonte de todo o amor.

Verás a tranquilidade,

Vestida em suave brilho,

Irradiando esperança

Em todo o teu domicílio.

Ante a palavra do Mestre,

Generosa, clara e boa,

A experiência na Terra

É luta que aperfeiçoa.

Mentiras da vaidade,

Velhos crimes da avidez,

Calúnia e maledicência

Desaparecem de vez...

Serpentes envenenadas

Do orgulho torvo e escarninho,

Sob o clarão da verdade,

Esquecem-nos o caminho.

Dificuldades e provas,

Na dor amargosa e lenta,

São recursos salvadores

Com que o Céu nos apascenta.

E o trabalho por mais rude,

No campo de cada dia,

É dádiva edificante

Do bem que nos alivia.

É que, na Bênção do Cristo,

Clareia-se-nos a estrada

E a nossa vida ressurge,

Luminosa e transformada.

Conduze, pois, tua casa

À inspiração de Jesus.

O Evangelho em tua mesa

É pão da Divina Luz.

 

Casimiro Cunha. psicografia de Francisco Cândido Xavier. Livro: Luz no Lar. Lição nº 42. Página 109.

 

LEITURA DO EVANGELHO

CAPÍTULO XVI – NÃO SE PODE SERVIR A DEUS E A MAMON

PARÁBOLA DOS TALENTOS – ITEM 6

6 – Porque assim é como um homem que, ao ausentar-se para longe, chamou os seus servos e lhes entregou os seus bens. E deu a um cinco talentos, e a outro dois, e a outro deu um, a cada um segundo a sua capacidade, e partiu logo. O que recebera pois cinco talentos, foi-se, e entrou a negociar com eles e ganhou outros cinco. Da mesma sorte também o que recebera dois, ganhou outros dois. Mas o que havia recebido um, indo-se com ele, cavou na Terra, e escondeu ali o dinheiro de seu senhor. E passando muito tempo, veio o senhor daqueles servos, e chamou-os a contas. E chegando-se a ele o que havia recebido os cinco talentos, apresentou-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, tu me entregastes cinco talentos; eis aqui tens outros cinco mais que lucrei. Seu senhor lhe disse: Muito bem, servo bom e fiel; já que foste fiel nas coisas pequenas, dar-te-ei a intendência das grandes; entra no gozo do teu senhor. Da mesma sorte apresentou-se também o que havia recebido dois talentos, e disse: Senhor, tu me entregaste dois talentos, e eis aqui tens outros dois que ganhei com eles. Seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel, já que fostes fiel nas coisas pequenas, dar-te-ei a intendência das grandes; entra no gozo de teu senhor.

 E chegando também o que havia recebido um talento, disse: Senhor, sei que és homem de rija condição; segas onde não semeaste, e recolhes onde não espalhaste; e temendo me fui, e escondi o teu talento na Terra; eis aqui tens o que é teu. E respondendo o seu senhor, lhe disse: Servo mau e preguiçoso, sabia que sego onde não semeei, e que recolho onde não tenho espalhado. Devias logo dar o meu dinheiro aos banqueiros, e, vindo eu, teria recebido certamente com juro o que era meu. Tirai-lhe, pois, o talento, e daí ao que tem dez talentos. Porque a todo o que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; e ao que não tem, tirar-se-lhe-á até o que parece que tem. E ao servo inútil, lançai-o nas trevas exteriores: ali haverá choro e ranger de dentes. (Mateus, XXV: 14-30).

 

REFLEXÕES: Talento era a moeda antiga usada no tempo do Cristo na Grécia e em Roma. Vemos, na parábola, que o Senhor dá a cada homem, em cada existência, as experiências que lhe são necessárias, segundo a sua capacidade de vivenciá-las com proveito, desenvolvida em vidas anteriores. O êxito ou o fracasso dependem da vontade no uso do livre-arbítrio de cada um. Deus dá sim, através das Suas leis, o frio conforme a coberta, como diz o ditado popular. Aquele que sofre experiências mais difíceis é porque tem condições evolutivas de vencê-las, no progresso do bem próprio e dos que lhe partilham as experiências. Na concepção espírita, todos têm os talentos necessários às suas experiências vivenciais, ninguém tem todos de uma vez. Assim, uns têm mais talentos, outros têm menos, mas todos têm os que lhes são adequados às suas capacidades e necessidades, para as experiências atuais, atendendo à justiça que exige de cada um, apenas o que pode dar e fazer. Todos já trazem dentro de si os talentos adequados a uma vivência de realizações e aproveitamento espiritual, conforme o seu estado evolutivo.

 

VIBRAÇÕES

Mestre Jesus, com nossos pensamentos e sentimentos fortalecidos, harmonizados e elevados, vamos vibrar em favor de nossos irmãos.

Abençoe Senhor a todos os dirigentes espíritas, as federativas e a todas as religiões que levam Teu Evangelho de Amor.

Oramos e vibramos em favor da Paz Mundial, da harmonia entre todos os povos e por nosso Brasil.  

Que nossas vibrações cheguem até nossos irmãos que estão em sofrimento, seja onde for, encarnados ou desencarnados, enfermos da alma ou do corpo físico, que recebam o lenitivo para suas dores.

Por nossas Casas Espíritas, que acolhem e reconfortam a todos que buscam um bálsamo para suas dores.

Vibramos por todos os lares da Terra e pelo nosso também, para que a paz, o amor e a harmonia estejam sempre presente. 

Vibramos amorosamente pelos nossos familiares e amigos para que sejam sempre fortalecidos na fé e no amor e vibramos finalmente por nós mesmos para que possamos ter sempre discernimento em nossas ações.  

Obrigada, Senhor.

Que assim seja... Graças a Deus, Graças a Jesus.

               

PRECE FINAL

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel / Chico Xavier]

 

E assim, vamos encerrando nossas reflexões de hoje, agradecendo a Jesus por estar sempre ao nosso lado, nos protegendo e amparando, nos fortalecendo e por mais esta oportunidade de aprendizado. Gratidão Senhor pela tua presença entre nós, pela paz que nos chega através dos amigos espirituais, pela paz que nos concede, que a serenidade que nos envolve agora seja movida pela Tua Luz e pelo Teu amor. Que durante a semana possamos buscar em nós aquilo que podemos melhorar, desenvolvendo nossos talentos, a fim de usá-los em favor da nossa autoeducação e em favor de todos os que nos cercam e que Tuas doces vibrações continuem a nos envolver no decorrer deste dia e desta semana e que a Tua Paz permaneça sempre conosco.

Divino Amigo, nos te pedimos que estenda Tuas mãos misericordiosas sobre todos nós e que possamos ser reabastecidos com o Teu Amor, que nossas águas sejam fluidificadas para que através delas possamos adquirir mais vitalidade, força e coragem para as lutas de todos os dias.

Que assim seja!

Graças a Deus, graças a Jesus.

 

Uma feliz semana a todos!

Paz e Luz!

comments powered by Disqus