Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - A Lei do Amor - item 10 - segundas feiras, 12hs.

Departamento de Evangelho no Lar - CEFA - segunda-feira, 18 de abril de 2016

HORA DO EVANGELHO NO LAR  
“Os meus discípulos serão conhecidos por muito se amarem.” – Jesus
“Amai muito para serdes amados”. - Sansão


PRECE
Querido e Amado Mestre Jesus, agradecemos por nos encontrarmos aqui reunidos em busca de paz, de conhecimentos, de equilíbrio e de mudança interior. Daí-nos Senhor, forças para conhecermos a nós mesmos, para que possamos mudar o que for necessário e caminharmos com segurança rumo ao nosso progresso espiritual.
Daí-nos coragem, principalmente nas horas em que nossos passos fraquejam e auxiliai-nos a termos humildade nos trabalhos que realizamos em favor de nossos irmãos e de nós mesmos.
Permita Senhor, a presença de nossos benfeitores, nossos protetores espirituais para nos orientar e esclarecer para melhor compreendermos a lição do dia.
E assim, em Teu nome Mestre Jesus, iniciamos os estudos de hoje.
Permaneça conosco e que assim seja!

MENSAGEM INICIAL
Amai-vos


"Não amemos de palavra, nem de língua, mas por obras e em verdade." - João. (I JOÃO, 3:18.)


Por norma de fraternidade pura e sincera, recomenda a Palavra Divina: "Amai-vos uns aos outros."
Não determina seleções.
Não exalta conveniências.
Não impõe condicionais.
Não desfavorece os infelizes.
Não menoscaba os fracos.
Não faz privilégios.
Não pede o afastamento dos maus.
Não desconsidera os filhos do lar alheio.
Não destaca a parentela consangüínea.
Não menospreza os adversários.
E o apóstolo acrescenta: "Não amemos de palavra, mas através das obras, com todo o fervor do coração."
O Universo é o nosso domicílio.
A Humanidade é a nossa família.
Aproximemo-nos dos piores, para ajudar.
Aproximemo-nos dos melhores, para aprender.
Amarmo-nos, servindo uns aos outros, não de boca, mas de coração, constitui para nós todos o glorioso caminho de ascensão.

XAVIER, Francisco Cândido. Vinha de Luz. Pelo Espírito Emmanuel. 14.ed. Rio de Janeiro, RJ: FEB, 1996. Capítulo 130.

 

LEITURA DO EVANGELHO
CAP. 11 – AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO.
I – A LEI DO AMOR – ITEM 10.


SANSÃO
Membro da Sociedade Espírita de Paris, 1863


10 – Meus queridos condiscípulos, os Espíritos aqui presentes vos dizem pela minha voz: Amai muito, para serdes amados! Tão justo é este pensamento, que nele encontrareis tudo quanto consola e acalma as penas de cada dia. Ou melhor: fazendo isso, de tal maneira vos elevareis acima da matéria que vos espiritualizareis antes mesmo de despirdes o vosso corpo terreno. Os estudos espíritas ampliaram a vossa visão do futuro, e tendes agora uma certeza: a do vosso progresso para Deus, com todas as promessas que correspondem às aspirações da vossa alma. Deveis também vos elevar bem alto, para julgar sem as restrições da matéria, e assim não condenar o vosso próximo, antes de haver dirigido o vosso pensamento a Deus.
Amar, no sentido profundo do termo, é ser leal, probo, consciencioso, para fazer aos outros aquilo que se deseja para si mesmo. É buscar em torno de si a razão íntima de todas as dores que acabrunham o próximo, para dar-lhes alívio. É encarar a grande família humana como a sua própria, porque essa família irá reencontrar um dia em mundos mais adiantados, pois os Espíritos que a constituem são, como vós, filhos de Deus, marcados na fronte para se elevarem ao infinito. É por isso que não podeis recusar aos vossos irmãos aquilo que Deus vos deu com liberalidade, pois, de vossa parte, seríeis muito felizes se vossos irmãos vos dessem aquilo de que tendes necessidade. A todos os sofrimentos, dispensai pois uma palavra de ajuda e de esperança, para vos fazerdes todo amor e todo justiça.
Crede que estas sábias palavras: “Amai muito, para serdes amados”, seguirão os seus cursos. Esta máxima é revolucionária e segue uma rota firme e invariável. Mas vós já haveis progredido, vós que me escutais: sois infinitamente melhores do que há cem anos; de tal maneira vos modificastes para melhor, que aceitais hoje sem repulsa uma infinidade de idéias novas sobre a liberdade e a fraternidade, que antigamente teríeis rejeitado. Pois daqui a cem anos aceitará também, com a mesma facilidade, aquelas que ainda não puderam entrar na vossa cabeça.
Hoje, que o movimento espírita avançou bastante, vede com que rapidez as idéias de justiça e de renovação, contidas nos ditados dos Espíritos, são aceitas pela metade das pessoas inteligentes. É que essas idéias correspondem ao que há de divino em vós. É que estais preparados por uma semeadura fecunda: a do último século, que implantou na sociedade as grandes idéias de progresso. E como tudo se encadeia, sob as ordens do Altíssimo, todas as lições recebidas e assimiladas resultarão nessa mudança universal do amor ao próximo. Graças a ela, os Espíritos encarnados, melhor julgando e melhor sentindo, dar-se-ão as mãos até os confins do vosso planeta. Todos se reunirão, para entender-se e amar-se, destruindo todas as injustiças, todas as causas de desentendimento entre os povos.
Grande pensamento de renovação pelo Espiritismo tão bem exposto em O Livro dos Espíritos, tu produzirás o grande milagre do século futuro, o da reunião de todos os interesses materiais e espirituais dos homens, pela aplicação desta máxima bem compreendida: Amai muito, para serdes amados!

REFLEXÕES: Sansão foi membro da Sociedade Espírita de Paris, tendo desencarnado em 21 de abril de 1862, “após mais de um ano de sofrimentos cruéis”. Kardec diz no seu discurso, publicado na Revista Espírita de junho de 1862, que dentre muitas coisas, Sansão possuía “um coração eminentemente reto, de uma lealdade a toda prova; que sua vida foi a de um homem de bem em toda a extensão do vocábulo.”
E Sansão, então, nos diz com humildade, na Instrução dos Espíritos que, os Espíritos, naquele momento, ali presentes falavam pela sua voz: “Amai muito para serdes amados”.
E, todos nós, encarnados ou desencarnados, aspiramos sermos amados, queridos, mas nem todos pensam ou sabem que antes de receber é preciso dar. Então, quem quer ser amado precisa, antes de tudo, amar. Portanto, quem se sente sozinho, sem amores, que se abra aos que lhe sejam seus próximos, e procure interessar-se por eles, por seus valores, por seus sonhos, por suas necessidades, a fim de que o amor crescendo dentro de si mesmo, se expanda e atraia o amor dos outros para si mesmo. Lembra-nos Sansão que também devemos elevar-nos bem alto, dirigindo nossos pensamentos a Deus, antes de julgarmos os outros. Isso é um ato de amor ao próximo. É ver o outro como membro de uma grande família, a humanidade, caminhando todos para se elevarem em direção a planos mais puros e sublimes. E, assim vendo e compreendendo, os homens serão capazes de somente fazer aos outros o que desejam para si, buscando aliviar os sofrimentos alheios, dirigindo-se aos sofredores com palavras de ajuda e esperança. Sansão escreve que a máxima “Amai muito para serdes amados” é revolucionária, indicando uma rota firme e invariável. Busquemos, então, fazermos nossa parte, fazendo o melhor no esforço de amarmos a todos, cada vez mais, com esse amor incondicional, que nada exige e tudo dá a quem quer que seja, pois, dentro de nós, ele já existe, esperando apenas, a nossa vontade e nosso esforço em desenvolvê-lo. Lembremos: Colhemos o que plantamos e tudo aquilo que esperamos do mundo, das pessoas, só virá até nós como reflexo do que enviarmos a eles.

VIBRAÇÕES

"Porque onde estiverem reunidos em meu nome, lá estarei presente." Jesus. (MATEUS, 18:20.)

Com os pensamentos elevados, envolvidos em vibrações de amor e paz, pedimos a Jesus por todos os que sofrem em um leito de dor, nos hospitais, nos asilos, em suas próprias casas ou pelas ruas. Suavize Senhor, as dores de cada um deles.
- Mestre Jesus que através de sua Luz, todos os que se acham perdidos, que se encontram nos vícios, que sentem solidão, que estão em depressão, desconsolados e desamparados de si mesmos, possam encontrar a Paz e o caminho para sua recuperação. Que a Proteção Divina se estenda por todos os lares, ao nosso também, que haja sempre: respeito, harmonia e amor entre os familiares.
- Abençoe e Proteja nossa Casa Espírita- CEFA e todos seus colaboradores, dirigentes e assistidos, para que sejam sempre fortalecidos e amparados nos ideais de amor.
- Vibremos também, por todos aqueles que neste momento se encontram desesperançados, procurando por um emprego para que possam dar sustento para suas famílias, que todos sejam abençoados e que tenham em cada amanhecer, as esperanças renovadas e que sejam o mais breve possível, recolocados novamente no mercado de trabalho..
- Deixemos agora uma vibração amorosa, para que os benfeitores espirituais a levem onde for mais urgente e necessário.
E, por fim, pedimos por nós mesmos, que nossa Doce e Meiga Maria nos envolva com seu manto de amor e de paz e deposite em nós meiguice e sua proteção.
E que assim seja.

PRECE FINAL

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel / Chico Xavier]

Com nosso ambiente tranqüilo, vamos rogando a Jesus, permissão para que os Benfeitores depositem em nossas águas os fluidos divinos, que revigoram nossa saúde e, nos dá força e coragem para nossa transformação moral e espiritual, para que possamos viver sempre em harmonia com tudo e com todos.
Senhor!
Faze-nos perceber que o trabalho do bem nos aguarda em toda parte.
Lembra-nos, por misericórdia, que estamos no caminho da evolução, com os nossos semelhantes, não para consertá-los e sim para atender à nossa própria melhoria.
Induze-nos a respeitar os direitos alheios a fim de que os nossos sejam preservados.
Daí-nos a consciência do lugar que nos compete, para que não estejamos a exigir da vida aquilo que não nos pertence.
Apaga os melindres pessoais, de modo que não nos transformemos em estorvo diante dos irmãos, aos quais devemos convivência e cooperação.
Concede-nos forças para irradiarmos a paz e amor sempre.
Assim seja.
Graças a Deus, Graças a Jesus

 

UMA LINDA E ABENÇOADA SEMANA PARA TODOS!!!

 

comments powered by Disqus