Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - Proveito do Sofrimento para Outrem - segunda - 12hs

Departamento do Evangelho no Lar - CEFA - segunda-feira, 7 de março de 2016

HORA DO EVANGELHO NO LAR   
“Bem-aventurados os aflitos...” Mateus – Sermão do Monte

PRECE

Queridos amigos, que a Paz de Jesus nos envolva. Vamos asserenando nossos corações.... Harmonizando nossos pensamentos...respirando profundamente e elevando os pensamentos e os sentimentos ao nosso Mestre Jesus. Aos poucos, vamos mentalizando e trazendo próximo a nós a figura meiga de nosso Divino Mestre. Vamos sentindo a Sua presença e vamos imaginando Ele impondo suas mãos sobre cada um de nós. De seu coração espargem luzes, fluidos, bálsamos que nos envolvem e acalmam, que se espalham por todo nosso ambiente harmonizando. Vamos sentindo mais e mais o Seu amor nos envolvendo e, sentindo-nos protegidos e amparados, pedimos que nos abençoe, que abençoe este nosso encontro de corações e que nos inspire para que as reflexões de hoje encontre abrigo em nossos espíritos e que estas lições sejam sempre lembradas em nossas ações do dia a dia.

Mestre Jesus coloca em nossos corações o sincero desejo de amar nossa Família e nossos semelhantes como a nós mesmos... Livra-nos do orgulho, da vaidade e do indiferentismo, para aprendermos que nesta Vida, o essencial é saber valorizar o Amor de Deus nosso Pai, por todos nós... Dai-nos sempre força e coragem para as provas de cada dia.

Fique sempre em nossa companhia, Jesus, para nos sentirmos seguros, protegidos e guardados por Ti, e assim, em Teu nome e em nome da espiritualidade amiga que coordena esta tarefa, mas sobretudo em nome de Deus, iniciamos mais um Estudo do Evangelho.
Que assim seja, graças a Deus, graças a Jesus.

Permaneça conosco Senhor, por hoje, amanhã e sempre.

MENSAGEM INICIAL

Provas Irreveladas

Do ponto de vista moral, há bastante infortúnio escondido em toda a parte. Nos ambientes mais diversos, nos momentos em que menos se espera, com as pessoas fisionomicamente mais seguras de si, a aflição desponta inesperada e o pranto pode estar surgindo às ocultas.

Desilusão, moléstia, revolta e desalento não afluem, em muitos casos, à face das circunstâncias exteriores.

Familiar decepcionado com o noticiário desairoso que vem a saber com respeito ao parente querido.

Jovem agoniada na frustração de projetos matrimoniais.

Pai fustigado pela doença incurável de um filho.

Mãe ansiosa pela reconciliação impraticável com o pai de sua prole.

Cavalheiro bem posto, mas absolutamente inconformado com a deficiência física de que se sabe portador, sem que os outros percebam.

Viúva atormentada pela falta de garantias no lar.

Cônjuge que não mais confia na companheira de vinte anos.

Homem ferido pela consciência na fase de transição entre um passado recente de erros e um futuro de maiores acertos.

Chefe enfermo de família numerosa, repentinamente desempregado.

Criatura robusta e aparentemente normal, envolvida em tramas de obsessão.

Aprendamos com a Doutrina Espírita que o pretérito se reflete no presente e que a lei de causa e efeito funciona em qualquer paisagem social, com qualquer pessoa, em todos os bastidores profissionais e em todos os dias.

Ponderemos nisso, a fim de não faltarmos com o apoio devido à harmonia que nos cabe manter nos domínios da vida.

Se alguém lhe respondeu asperamente, se um amigo aparece incompreensivo, se aquele companheiro passou de súbito a dedicar-lhe antipatia gratuita, se aquele outro lhe abalroa as edificações espirituais e se muitos não lhe correspondem, de leve, às esperanças, suponha semelhantes irmãos presos mentalmente a problemas irrevelados de angústia e coloque-se na posição deles, com as provas e desvantagens que experimentam, e decerto você se compadecerá de cada um, dispondo-se a auxiliá-los.

Nem sempre a voz corrente fala tudo o que vai nas almas.

Repitamos para nós que a verdadeira caridade se resume na compreensão para além das aparências dos espíritos com os quais se convive, perdoando e ajudando silenciosa e desinteressadamente, de nossa parte, onde estejamos, como se faça necessário e tanto quanto seja possível.

Pelo Espírito André Luiz. Página recebida pelo médium Waldo Vieira, em reunião pública da Comunhão Espírita Cristã, na noite de 19-10-64, em Uberaba, Minas. Fonte: Reformador – fevereiro, 1965.

 

LEITURA DO EVANGELHO

Capítulo V – Bem aventurados os aflitos

Instruções dos Espíritos

Ítem 31  – Proveito dos sofrimentos para outrem

31 – Os que aceitam com resignação os seus sofrimentos, por submissão à vontade de Deus e com vistas à sua felicidade futura, não trabalham apenas para eles mesmos, e podem tornar os seus sofrimentos proveitosos para outros?                                                    

Esses sofrimentos podem ser proveitosos para outros, material e moralmente. Materialmente, se, pelo trabalho, as privações e os sacrifícios que se impõem contribuem para o bem-estar material do próximo. Moralmente, pelo exemplo que dão, com sua submissão à vontade de Deus. Esse exemplo do poder da fé espírita pode incitar os infelizes à resignação, salvando-os do desespero e de suas funestas consequências para o futuro.

SÃO LUIS - Paris, 1860

 

REFLEXÕES: Seriam nossos sofrimentos podem ser proveitosos para outrem? São Luís nos diz sim, que todo sofrimento resignado e submisso a vontade de Deus pode ser proveitoso, para si mesmo e para os outros e pode ser proveitoso de duas maneiras: material e moralmente

Materialmente falando, logo nos lembramos das renúncias que, em geral, os pais fazem para que seus filhos tenham boas condições de vida, enquanto seus dependentes, contribuindo para o seu bem estar, sendo que este é apenas um dos tantos exemplos que existem.

E, Moralmente, talvez, a mais importante, é através dos exemplos de resignação, de submissão à vontade de Deus, com fé em Suas leis. O exemplo moral pode estimular nos outros que sofrem sem resignação, com revoltas, a refletirem na maneira como aquele que confia em Deus, que confia na vida futura, na sobrevivência da alma, consegue enfrentar melhor os sofrimentos dessa vida, com compreensão. Muitas histórias de vida são exemplos para nós, são histórias sofridas, que para nós são proveitosas lições, pois nos indicam como enfrentar com resignação e como interpretar o sofrimento, mostra-nos que alguns sofrimento, algumas aflições chegam até nós para um despertar interior. Um despertar da consciência, levando-nos a profundas reflexões e a grandes transformações morais..

 

VIBRAÇÕES

E assim, queridos irmãos,  após as reflexões de hoje, vamos juntos vibrar e agradecer:

Com nossos pensamentos elevados, envolvidos em vibrações de amor e paz, pedimos a Jesus por todos os povos, por todos os países, especialmente pelo nosso Brasil, que a Luz Divina restabeleça o equilíbrio e instale a paz entre nós.

Mestre Jesus que seu bálsamo de amor possa envolver todos os que sofrem em um leito de dor, nos hospitais, nos asilos, em suas próprias casas ou pelas ruas. Suaviza Senhor, as dores de cada um deles.

Mestre que através de sua Luz, todos os que se acham perdidos, que se encontram nos vícios, que sentem solidão, que estão em depressão, desconsolados e desamparados de si mesmos, possam encontrar a Paz e o caminho para sua recuperação.

Que a Proteção Divina se estenda também por todos os lares, ao nosso também, que tenham sempre: respeito, harmonia e amor.

Abençoe e Proteja a todos dirigentes espíritas, todos os membros, colaboradores e assistidos de nossas casas espíritas, a todos os irmãos que nos acompanham e aos seus familiares.

Abençoe senhor todos aqueles que estão enfraquecidos na fé, desempregados, auxilie-os Mestre Amado a superem com fé e esperança essas dificuldades, para sustentarem novamente suas famílias.

Derrama Senhor, Tuas bênçãos sobre todos nós. Que assim seja.

 

PRECE FINAL

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel / Chico Xavier]

E assim, Mestre Amado, ao caminharmos para a finalização, pedimos Tua permissão para que os Benfeitores depositem em nossas águas os fluidos divinos, que revigoram a saúde e, nos dão força e coragem para que possamos viver sempre em harmonia com tudo e com todos.

Agradecidos Senhor, pelo privilégio do trabalho no bem, pelo estudo edificante, pelos amigos sinceros e principalmente por Tua presença em nossas vidas, encerramos nossas reflexões de hoje.

Permaneça conosco e que assim seja!

Que assim seja! 

Graças a Deus, graças a Jesus.

 

Grande abraço fraterno a todos, em especial, aos irmãos do Estado do Espírito Santo que acompanham nosso Evangelho, que Jesus os abençoe  e os fortaleça no trabalho de amor que realizam.

 

Tenham uma feliz e abençoada semana! Paz e Luz!

 

comments powered by Disqus