Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - A Realeza de Jesus - segundas-feiras Às 12hs

Departamento do Evangelho no Lar - CEFA - segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

HORA DO EVANGELHO NO LAR     

Logo, tu és rei? Respondeu Jesus: Tu o dizes, que eu sou rei. Eu não nasci nem vim a este mundo senão para dar testemunho da verdade; todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.” (João, cap. XVIII, 33-37)

 

PRECE

Queridos irmãos é com imensa gratidão no coração que convido a a todos os irmãos, para juntos, unirmos nossos corações em prece, agradecendo a Deus, a Jesus por mais este dia e por esta oportunidade valiosa de estudo edificante, onde podemos compartilhar de momentos de reflexão, momentos de vibrações e de paz que nos deixam harmonizados para iniciarmos o nosso dia de trabalho, de afazeres domésticos.

Permita Mestre Jesus, que nossos mentores espirituais estejam ao nosso lado, nos inspirando sempre. Dando-nos Senhor os esclarecimentos de que necessitamos para colocar Teus ensinamentos em nossa vida.

Esteja sempre conosco Mestre Jesus e que assim seja

Que Teu Evangelho esteja sempre Vivo em nossos corações, em nossas ações e pensamentos.

Te amamos Mestre Jesus e queremos ter sempre Tua presença em nossas vidas.

Sê conosco Senhor por hoje, amanhã e sempre.

E assim, vamos iniciando nossas reflexões de hoje.

 

MENSAGEM INICIAL

“Brilhe Vossa Luz”

Meu amigo, no vasto caminho da Terra, cada criatura procura o alimento espiritual que lhe corresponde à posição evolutiva.
A abelha suga a flor, o abutre reclama despojos, o homem busca emoções. Mas ainda mesmo no terreno das emoções, cada espírito exige tipos especiais.
Há sofredores inveterados que outra coisa não demandam além do sofrimento, pessimistas que se enclausuram em nuvens negras, atendendo a propósito deliberado, durante séculos. Suprem a mente de torturas contínuas e não pretendem construir senão a piedade alheia, sob a qual se comprazem. 

Temos os ironistas e caçadores de gargalhadas que apenas solicitam motivos para o sarcasmo de que se alimentam.
Observamos os discutidores que devoram páginas respeitáveis, com o único objetivo de recolher contradições para sustentarem polêmicas infindáveis.

Reparamos os temperamentos enfermiços que sorvem tóxicos intelectuais, através de livros menos dignos, com a incompreensível alegria de quem traga envenenado licor.
Nos variados climas do mundo, há quem se nutra de tristeza, de insula- mento, de prazer barato, de revolta, de conflitos, de cálculos, de aflições, de mentiras...
O discípulo de Jesus, porém - aquele homem que já se entediou das substâncias deterioradas da experiência transitória -, pede a luz da sabedoria, a fim de aprender a semear o amor em companhia do Mestre...

Para os companheiros que esperam a vida renovada em Cristo, famintos de claridade eterna, foram escritas as páginas deste livro despretensioso.
Dentro dele, não há palavras de revelação sibilina.
Traduz, simplesmente, um esforço para que nos integremos no Evangelho, celeiro divino do nosso pão de imortalidade.
Não é exortação, nem profecia.
É apenas convite.

Convite ao trabalho santificante, planificado no Código do Amor Divino.
Se a candeia ilumina, queimando o próprio óleo, se a lâmpada resplende, consumindo a energia que a usina lhe fornece, ofereçamos a instrumentalidade de nossa vida aos imperativos da perfeição, para que o ensinamento do Senhor se revele, por nosso intermédio, aclarando a senda de nossos semelhantes.
O Evangelho é o Sol da Imortalidade que o Espiritismo reflete, com sabedoria, para a atualidade do mundo.
Brilhe vossa luz! - proclamou o Mestre.
Procuremos brilhar! - repetimos nós.

Do livro “Vinha de Luz” - Psicografia de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito de Emmanuel.

 

LEITURA DO EVANGELHO

Capítulo II –MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO

ITEM 4 : A REALEZA DE JESUS

O reino de Jesus não é deste mundo. Isso todos compreendem. Mas sobre a Terra ele não terá também uma realeza? O título de rei nem sempre exige o exercício do poder temporal. Ele é dado, por consenso unânime, aos que, por seu gênio, se colocam em primeiro lugar em alguma atividade, dominando o seu século e influindo sobre o progresso da humanidade. É nesse sentido que se diz: o rei ou o príncipe dos filósofos, dos artistas, dos poetas, dos escritores, etc.

Essa realeza, que nasce do mérito pessoal, consagrada pela posterioridade, não tem muitas vezes maior preponderância que a dos reis coroados? Ela é imperecível, enquanto a outra depende das circunstâncias; ela é sempre abençoada pelas gerações futuras, enquanto a outra é, às vezes, amaldiçoada. A realeza terrena acaba com a vida, mas a realeza moral continua a imperar, sobretudo, depois da morte. Sob esse aspecto, Jesus não é um rei mais poderoso que muitos potentados? Foi com razão, portanto, que ele disse a Pilatos: Eu sou rei, mas o meu reino não é deste mundo.

 

REFLEXÕES: Texto auxiliar: Kardec vem, nos falar na lição de hoje sobre a realeza de Jesus, remetendo-nos ao diálogo de Jesus com Pilatos, narrado na passagem descrita por João, no cap. XVIII - 33 a 37: “Tornou pois a entrar Pilatos no pretório, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Reino dos Judeus? Respondeu-lhe Jesus: O meu Reino não é deste mundo; se o meu Reino fosse deste mundo, certo que os meus ministros haviam de pelejar para que eu não fosse entregue aos judeus; mas por agora o meu Reino não é daqui. Disse-lhe então Pilatos: Logo, tu és rei? Respondeu Jesus: Tu o dizes, que eu sou rei. Eu não nasci nem vim a este mundo senão para dar testemunho da verdade; todo aquele que é da verdade ouve a minha voz”.

 

PRECE E VIBRAÇÕES -
"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." [Emmanuel / Chico Xavier]

 

Com nossos pensamentos e sentimentos elevados, Te agradecemos Mestre Jesus, por tudo que recebemos, pela proteção e amparo de todas as horas, por estes momentos de paz e reflexão, agradecemos por esta oportunidade de mais um encontro de corações e, ao encerrarmos nossos estudos Te pedimos Mestre Jesus que nossas águas recebam o orvalho dos fluidos Divinos para que possamos nos harmonizar, equilibrarmos a saúde, adquirirmos vitalidade, força e coragem para as lutas de todos os dias.

E assim, Senhor, vamos vibrando pela Paz Mundial e pela harmonia entre todos os povos; pelo nosso Brasil, por todas as religiões e todos os espíritos com tarefas Evangélicas,

Vibramos por todos aqueles que estão em sofrimento neste momento, encarnados e desencarnados; por todos aqueles que estão à procura de um emprego, por todos aqueles que ainda não Te encontraram Senhor e, rogamos com muito carinho e respeito, o Teu amparo a todos pelos nossos irmãos suicidas.

Abençoe Senhor, nossos familiares, amigos e a nós mesmos.

Mestre Jesus, compadeça-Te de nossas misérias morais e abençoe nossas boas intenções.

Auxilia-nos a retirarmos de nossos olhos a venda da vaidade, que nos impede de enxergar as nossas deformidades morais e nossa pequenez diante da sua grandeza.

Ensine-nos a construirmos pontes de entendimento, a estreitarmos laços de amizade, a entendermos nossos semelhantes e principalmente Mestre Jesus a nos amarmos mais...

Que assim seja.

 

Desejamos uma ótima e abençoada semana a todos.

Paz e Luz!

comments powered by Disqus