Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Mensagem de Domingo - 27/09/2015

Miltermai Sanches - Adde - domingo, 27 de setembro de 2015

VISITE O SITE DA ADDE:
WWW.ADDE.COM.BR
 

 
FALA DA ESPERANÇA

            Não podemos falar de esperança, sem mencionar o trabalho que dignifica todas as coisas. Tudo o que existe está vinculado ao labor.
    Falemos, por exemplo, da esperança, mas teremos de lutar para alcançá-la, que ela conforta e traz a paz ao coração.
            Busquemos, pois, todos os dias, acertar nossa vida, aprimorando nossas ideias e consertando nossas atitudes, para que possamos alcançar a harmonia, passando a vivê-la. Eis a esperança a surgir nos caminhos de quem lida, buscando o melhor, sem que a blasfêmia saia da sua boca.
            O comum é nos alegrarmos somente quando estamos sendo agraciados com a paz, com o bem-estar; vamos, entretanto, agradecer a Deus por tudo o que recebemos, nas dimensões que o Senhor achar conveniente. Espalhar o inconveniente é responsabilizar-se pelo mal que se faz. E é nesta hora que devemos falar da esperança e da fé, e fazer a caridade, confiando nela, para que o amor nos sustente a vida.
            Devemos usar o nosso tempo no esmero, aprimorando-se cada vez mais, de maneira que a nossa vida fique mais sublimada em altos entendimentos. Comecemos logo a tarefa nos pensamentos, de modo que as nossas ideias sejam puras e a nossa atenção voltada em direção à palavra, de tal modo que ela seja purificada, fazendo crescer o bem, estendendo o amor por onde quer que seja.
            Levanta meu irmão, o teu ânimo em tudo o que fizeres e confia no Senhor, porque quando nos falta a esperança, sentimo-nos enfraquecidos nas lutas. Se o serviço é bom, vamos em frente, ajudando aos que sofrem; se o trabalho é bom, auxiliemos aos que padecem; se o trabalho é vida, laboremos todos os dias para espalhar essas bênçãos de Deus em todo o mundo.
            Acha-se entregue a nós o cuidado de fazer circular o exercício da caridade.
            Não podemos esquecer a natureza, que trabalha no silêncio, em benefício de todos, sem exigências; são as "mãos" de Deus de Deus operando por todos os meios, ajudando e servindo, ofertando paz e alegria para todos os povos: observa os frutos, a alimentação, os remédios, e mesmo as vestes, a variedade do que precisamos... Ela, a natureza, se faz mãe e nos entrega com amor e carinho, na feição de caridade, tudo o que é produto do trabalho divino.
            Compete a todos nós agradecer pelo que recebemos, e também doar  com alegria; libertemo-nos da inércia, abraçando, sem perda das horas, o serviço a fazer, que as bênçãos da luz chegarão ao ambiente do trabalho. E tudo isso ser-nos-á a grande esperança.
            Juntemo-nos ao Cristo no trabalho com Deus, porque Ele nos diz que o Pai labora sempre, e que Ele nunca parou na obra do bem universal. Se acreditamos que a vida é movimento, essa é a tarefa universal de Deus.
 
(João Nunes Maia por Miramez. In: Cura-te a ti mesmo)

================================================



A EQUIPE DA ADDE




 
Copyright © 2015 Associação de Divulgação da Doutrina Espírita, Todos os direitos reservados.
Você está recebendo esta mensagem, pois se inscreveu através do site
Sobre a ADDE:
Associação de Divulgação da Doutrina Espírita
Rua Voluntários de São Paulo, 3180, Centro
sala 111
São José do Rio Preto, SP 15015-200
Brazil

Add us to your address book
FORMATADO Miltermai Sanches
comments powered by Disqus