Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Estudo Semanal do Livro dos Espíritos. 24/06/2015

Adauto Alves de Lima- ADDE - quinta-feira, 25 de junho de 2015
5. Que dedução se pode tirar do sentimento instintivo, que todos os homens trazem em si, da existência de Deus?
“A de que Deus existe; pois, donde lhes viria esse sentimento, se não tivesse uma base? É ainda uma consequência do princípio — não há efeito sem causa.”
 
6. O sentimento íntimo que temos da existência de Deus não poderia ser fruto da educação, resultado de ideias adquiridas?
“Se assim fosse, por que existiria nos vossos selvagens esse sentimento?”
Kardec: Se o sentimento da existência de um ser supremo fosse tão somente produto de um ensino, não seria universal e não existiria senão nos que houvessem podido receber esse ensino, conforme se dá com as noções científicas.
 
Nossa Opinião: O ser humano, não importa em que era, sempre precisou acreditar em algo superior. O simples fato de procurar apoio num ser que nunca viu, ou que criou na sua imaginação, é sem dúvida nenhuma a necessidade de sentir-se amparado por esta ou aquela divindade, por este ou aquele amuleto. Assim, temos o selvagem que acredita no Deus do Trovão, no Deus das florestas, dá a este ou aquele animal selvagem um atributo divino etc. ENFIM: É da natureza humana acreditar na existência de um ser superior que a tudo comanda. Para nós, sem dúvida nenhuma “Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.”

 

comments powered by Disqus