Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - A Beneficência (Cap. XIII - item II )- Todas as segundas - 12 hs.

Centro Espírita Francisco de Assis - Depto do Evangelho no Lar - segunda-feira, 22 de junho de 2015

HORA DO EVANGELHO NO LAR
“As maiores transformações de nossa vida surgem, quase sempre, das doações que fizermos.”
Emmanuel/Chico Xavier.

PRECE INICIAL
Queridos irmãos, que Jesus abençoe-nos a todos.
Jesus, Senhor de nossas vidas, rogamos a Ti que abençoe esta tarefa. Envolva-nos com Tuas doces vibrações, inspire-nos Mestre, auxilie-nos o entendimento e acima de tudo, mostre-nos o caminho do bem, para que possamos dar continuidade em nossa evolução moral e espiritual. Que hoje possamos, ao fim dos estudos, estarmos mais enriquecidos em nossos conceitos doutrinários. E assim, em Teu nome, em nome de Francisco de Assis, mas sobretudo em nome de Deus, iniciamos os estudos de hoje.
Que assim seja!

MENSAGEM INICIAL
Dar

As maiores transformações de nossa vida surgem, quase sempre, das doações que fizermos.
Dar, na essência, significa abrir caminhos, fundamentar oportunidades, multiplicar relações.
Muitos acreditam ainda que o ato de auxiliar procede exclusivamente daqueles que se garantem sobre poderes amoedados. Em verdade, ninguém subestime o bem que o dinheiro doado ou emprestado consegue fazer; entretanto não se infira daí que a doação seja privilégio dos irmãos chamados transitoriamente à mordomia da finança terrestre.
Todos podemos oferecer consolação, entusiasmo, gentileza, encorajamento.
Às vezes, basta um sorriso para varrer a solidão.
Uma frase de solidariedade é capaz de estabelecer vida nova no espírito em que o sofrimento crestou a esperança.
A rigor, todas as virtudes têm a sua raiz no ato de dar. Beneficência, doação dos recursos próprios.
Paciência, doação de tranquilidade interior.
Tolerância, doação de entendimento. Sacrifício, doação de si mesmo.
Toda dádiva colocada em circulação volta infalivelmente ao doador, suplementada de valores sempre maiores.
Quem deseje imprimir mais rendimento e progresso em suas tarefas e obrigações, procure ampliar os seus dispositivos de auxílio aos outros e observará sem delonga os resultados felizes de semelhante cometimento. Isso ocorre porque em todo o Universo as leis divinas se baseiam em amor - no que, no fundo, é a onipresença de Deus em doações eternas.
Em qualquer soma de prosperidade e paz, realização e plenitude, o serviço ao próximo é a parcela mais importante, a única, aliás, suscetível de sustentar as outras atividades que compõem a estrutura do êxito.
Dá do que possas e tenhas, do que sejas e representes, na convicção de que a tua dádiva é investimento na organização crediária da vida, afiançando os saques de recursos e forças dos quais necessites para o caminho.
"Dá e dar-se-te-á" - ensinou-nos o Cristo de Deus.
Unicamente pela bênção de dar é que a vida de cada um de nós se transformará numa bênção.
Emmanuel/Chico Xavier – livro: “Alma e Coração”


LEITURA DO EVANGELHO

Cap.13 – QUE VOSSA MÃO ESQUERDA NÃO SAIBA O QUE FAZ A DIREITA.
INSTRUÇÃO DOS ESPÍRITOS:
II – A Beneficência

ADOLFO
Bispo de Alger, Bordeaux, 1861
11 – A beneficência, meus amigos, vos dará neste mundo os gozos mais puros e mais doces, as alegrias do coração, que não são perturbadas nem pelos remorsos, nem pela indiferença. Oh!, pudésseis compreender tudo o que encerra de grande e de agradável a generosidade das belas almas, esse sentimento que faz que se olhe aos outros com o mesmo olhar voltado para si mesmo, e que se desvista com alegria para vesti a um irmão! Pudésseis, meus amigos, ter apenas a doce preocupação de fazer aos outros felizes! Quais as festas mundanas que se pode comparar a essas festas jubilosas, quando, representantes da Divindade, levais a alegria a essas pobres famílias, que da vida só conhecem as vicissitudes e as amarguras; quando vedes esses rostos macilentos brilharem subitamente de esperança, desprovidos de pão, esses infelizes e seus filhos, ignorando que viver é sofrer, gritavam, choravam e repetiam estas palavras, que, como finos punhais, penetravam o coração materno: “Tenho fome!” Oh!, compreendei quanto são deliciosas as impressões daquele que vê renascer a alegria onde, momentos antes, só havia desespero! Compreendei quais são as vossas obrigações para com os vossos irmãos! Ide, ide ao encontro do infortúnio, ao socorro das misérias ocultas, sobretudo, que são as mais dolorosas. Ide, meus bem-amados, e lembrai-vos destas palavras do Salvador: “Quando vestirdes a um destes pequeninos, pensai que é a mim que o fazeis!”
Caridade! Palavra sublime, que resume todas as virtudes, és tu que deves conduzir os povos à felicidade. Ao praticar-te, eles estarão semeando infinitas alegrias para o próprio futuro, e durante o seu exílio na Terra, serás para eles a consolação, o antegozo das alegrias que mais tarde desfrutarão, quando todos reunidos se abraçarem, no seio do Deus de amor. Foste tu, virtude divina, que me proporcionaste os únicos momentos de felicidade que gozei na Terra. Possam os meus irmãos encarnados crer na voz do amigo que lhes fala e lhes diz: É na caridade que deveis procurar a paz do coração, o contentamento da alma, o remédio para as aflições da vida. Oh!, quando estiverdes a ponto de acusar a Deus, lançai um olhar para baixo, e vereis quantas misérias a aliviar, quantas pobres crianças sem família; quantos velhos sem uma só mão amiga para os socorrer e fechar-lhes os olhos na hora da morte! Quanto bem a fazer! Oh!, não reclameis, antes agradecei a Deus, e prodigalizai a mancheias a vossa simpatia, o vosso amor, o vosso dinheiro, a todos os que, deserdados dos bens deste mundo, definham no sofrimento e na solidão. Colhereis neste mundo alegrias bem suaves, e mais tarde… somente Deus o sabe!
Faça aqui suas reflexões sobre a lição estudada.

VIBRAÇÕES

"Porque onde estiverem reunidos em meu nome, lá estarei presente." Jesus. (MATEUS, 18:20.)

Vamos agora, queridos irmãos, à pratica da caridade.
Com os pensamentos elevados, vamos nos envolvendo pelos sentimentos mais puros, pelo amor maior e assim vamos doar e vibrar por todos aqueles que necessitam de um gesto amigo, de um bálsamo para suas dores.
Que em teu Nome, Pai Amado, em Nome de Jesus nosso Mestre e com o auxílio dos bons Espíritos, possamos ajudar àqueles que estão mais necessitados do que nós.
Pai, há quem esteja muito infeliz neste momento. De toda a alma te rogamos: abençoa os que sofrem! Dá a cada sofredor a suavização de suas dores, um bálsamo para suas tristezas!
Senhor, muitos de nossos irmãos estão nos vícios, no crime, nos grandes prejuízos físicos e morais. Rogamos que os Bons Espíritos, ajude algum irmão nosso a sair desse estado de doença espiritual e voltar ao equilíbrio e à dignidade.
Nos hospitais, nos lares, nos abrigos, pelas ruas ou em casas de repouso, os enfermos esperam um conforto e querem sarar. Senhor, que as nossas vibrações neste instante levem até eles o alívio para seus males e se for permitido, que recuperem a saúde.
Agora, Deus bondoso, vibramos pelas crianças e pelos jovens: que não lhes falte o amparo material e espiritual, o amor e a orientação da alma!
Abençoa, Senhor, os dirigentes de todas as nações, especialmente os do nosso país. Que sob tua proteção, governem com amor e justiça, em favor do seu povo.
Abençoa os maus, Senhor, afim de que se arrependam, progridam e se melhorem.
Abençoe Senhor a todos aqueles que estão desempregados, para que todos tenham a inspiração, esperança e fé, para que encontrem novos empregos.
Abençoe igualmente, Pai, as criaturas que, cheias de amor e boa vontade , querem praticar o bem, trabalhar em favor do próximo. Que consigam realizar todo o bem que desejam fazer! E que saibamos ampará-las e cooperar com elas em seus labores, em suas tarefas caridosas.
Que a proteção divina se estenda a todos os lares, ao nosso também, que neles reinem o respeito, a harmonia, a ajuda mútua e o amor.
Quanto a nós, Senhor, pedimos perdão de nossas falhas. Ajuda-nos a desenvolver as virtudes que colocaste dentro de nossa alma. Ajuda-nos a sermos mais serenos, compreensivos e fraternos uns com os outros.
Graças, Senhor, por todas as bênçãos que sempre nos dás e principalmente por estes momentos de vibrações, em que pudemos nos doar. Obrigada, Senhor. (silenciar uns segundinhos)

PRECE FINAL

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia."
[Emmanuel / Chico Xavier]

Jesus amigo, nesse momento em que vamos encerrando mais um momento de estudo do seu Evangelho de Luz, nós elevamos nossos pensamentos e nossos sentimentos a Ti, querido amigo, e a Deus Pai com toda nossa gratidão.
Rogamos aos Bons Espíritos, encarregados da fluidificação das águas, que possam depositar em nossas águas as energias salutares para nosso equilíbrio físico, espiritual e mental.
Obrigada, Pai, por tudo que temos recebido, permita Senhor que possamos mais uma vez, pedir suas bênçãos de paz, misericórdia e amor para todos nós e nossos familiares.
Que possamos retribuir sempre o muito que recebemos, amando-nos uns aos outros e que possamos estar sempre contigo, na certeza de que estás sempre conosco.
Que assim seja.
Graças a Deus! Graças a Jesus.

RECEBAM NOSSO ABRAÇO FRATERNO E O DESEJO DE UMA SEMANA FELIZ E ABENÇOADA.

comments powered by Disqus