Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - Caridade Material e Caridade Moral - item 10 - Todas as segundas - 12 hs.

Centro Espírita Francisco de Assis - Depto do Evangelho no Lar - segunda-feira, 15 de junho de 2015

HORA DO EVANGELHO NO LAR
“...A caridade, como entendia Jesus, é solidária e justa em toda a sua amplitude; é ponderada, para escolher com mais discernimento; é alegria com pureza de sentimentos. Ela é o próprio amor querendo nos falar de Deus.” (Espírito Miramez/João Nunes Mais – Filosofia Espírita-Vol. XVIII)


PRECE
Queridos irmãos, que Jesus abençoe-nos a todos.
Vamos orar: Mestre Jesus, Amigo de todas as horas, clareia-nos o entendimento a fim de podermos descobrir, sem enganos, os caminhos que nos conduzirão a evolução espiritual. Inspira-nos a valorizarmos os amigos que nos enviaste, aceitando-os como são sem exigências, sem condições. Amplia-nos a visão para que auxiliemos nossos entes queridos, criaturas confiadas a nós, a caminharem na direção do bem. Ensina-nos a encontrar a paz na luta construtiva, o repouso no trabalho edificante, o socorro na dificuldade e o bem nos supostos males da vida. Senhor, neste instante em que damos continuidade ao estudo da Caridade, nós te pedimos: Estende-nos suas mãos misericordiosas, em tua infinita bondade, abençoando-nos para que possamos sentir em espírito a realidade das nossas tarefas e assim Senhor, auxiliarmos sempre nossos semelhantes através da caridade sincera, da compaixão e do amor fraternal.
Esteja conosco Mestre Jesus, hoje e sempre e que assim seja.

MENSAGEM INICIAL
Caridade Maior
Ao Homem que alcançara o Céu, pedindo orientação sobre as tarefas de benemerência social que pretendia estender na Terra, o Anjo da Caridade falou compassivo:
– Volta ao mundo e cumpre de boa vontade, as obrigações que o destino te assinalou!… Para que te sintas de pé, cada dia, milhões de vidas microscópicas esforçam-se em tua carne, garantindo-te o bem estar… Cada órgão e cada membro de teu corpo amparam-te...
A boca mastiga os alimentos para que não te condenes à inação. Os pulmões asseguram-te o ar puro... O estômago digere as peças com que nutrirás o próprio sangue. O fígado gera forças vitais... O coração movimenta-se sem parar, escorando-te a existência.
Vives da caridade de inúmeras vidas inferiores que te obedecem a mente. Torna, pois, ao lugar em que o Senhor te situou e satisfaze as tarefas imediatas que o mundo te reserva!…
Caridade é servir sem descanso, ainda mesmo quando a enfermidade sem importância te convoque ao repouso;
Caridade é cooperar espontaneamente nas boas obras, sem aguardar o convite dos outros;
– é não incomodar quem trabalha;
– é suportar sem revolta a bílis do companheiro;
– é auxiliar os parentes, sem reprovação;
– é rejubilar-se com a prosperidade do próximo;
– é ensurdecer-se para a difamação;
– é guardar o bom humor, cancelando a queixa de qualquer procedência;
– é respeitar cada pessoa e cada coisa na posição que lhes é própria…
E por que o Homem ensaiasse inoportunas indagações, o Anjo da Caridade concluiu:
– Volta ao corpo e age incessantemente no bem!… Não percas um minuto em descabidas inquirições... ampara os doentes, consola os infelizes e socorre os necessitados. Não olvides, pois, que a execução de teus deveres para com o próximo será sempre a tua caridade maior.
Ditado pelo Espírito Irmão X / Chico Xavier, da obra: Livro Cartas e Crônicas,


LEITURA DO EVANGELHO
Cap.13 – QUE VOSSA MÃO ESQUERDA NÃO SAIBA O QUE FAZ A DIREITA.
INSTRUÇÃO DOS ESPÍRITOS:
I – Caridade Material e a Caridade Moral- 2ª Parte


UM ESPÍRITO PROTETOR
Lyon, 1860


10 – Meus amigos, tenho ouvido muitos de vós dizerem: Como posso fazer a caridade, se quase sempre não tenho sequer o necessário?
A caridade, meus amigos, se faz de muitas maneiras. Podeis fazê-la em pensamento, em palavras e em ações. Em pensamentos, orando pelos pobres abandonados, que morreram sem terem sequer vivido; uma prece de coração os alivia. Em palavras: dirigindo aos vossos companheiros alguns bons conselhos. Dizei aos homens amargurados pelo desespero e pelas privações, que blasfemam do nome do Altíssimo: “Eu era como vos; eu sofria, sentia-me infeliz, mas acreditei no Espiritismo e, vede agora sou feliz!” Aos anciãos que vos disseram: “É inútil; estou no fim da vida; morrerei como vivi”, respondei: “A justiça de Deus é igual para todos; lembrai-vos dos trabalhadores da última hora!” Às crianças que, já viciadas pelas más companhias, perdem-se nos caminhos do mundo, prestes a sucumbir às suas tentações, dizei: “Deus vos vê, meus caros pequenos!”, e não temais repetir freqüentemente essas doces palavras, que acabarão por germinar nas suas jovens inteligências, e em lugar de pequenos vagabundos, fareis delas verdadeiros homens. Essa é também uma forma de caridade.
Muitos de vós dizeis ainda: “Oh! somos tão numerosos na terra, que Deus não pode ver-nos a todos!” Escutai bem isso, meus amigos: quando estais no alto de uma montanha, vosso olhar não abarca os bilhões de grãos de areia que a cobrem? Pois bem: Deus vos vê da mesma maneira; e Ele vos deixa o vosso livre arbítrio, como também deixais esses grãos de areia ao sabor do vento que os dispersas. Com a diferença que Deus, na sua infinita misericórdia, pôs no fundo do vosso coração uma sentinela vigilante, que se chama consciência. Ouvi-a, que ela vos dará bons conselhos. Por vezes, conseguis entorpecê-la, opondo-lhe o espírito do mal, e então ela se cala. Mas ficai seguros de que a pobre relegada se fará ouvir, tão logo a deixardes perceber a sombra do remorso. Ouvi-a, interrogai-a, e freqüentemente sereis consolados pelos seus conselhos.
Meus amigos, a cada novo regimento o general entrega uma bandeira. Eu vos dou esta máxima do Cristo: “Amai-vos uns aos outros”. Praticai essa máxima: reunir-vos todos em torno dessa bandeira, e dela recebereis a felicidade e a consolação.
Faça aqui suas reflexões sobre a lição estudada.
Texto auxiliar:
Livro dos Espíritos, questão 886 - Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus? R.: “Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições dos outros, perdão das ofensas.”

Trechos do Comentário do Espírito Miramez, na obra Filosofia Espírita Vol. XVIII : - “A caridade segundo Jesus é uma ação benfeitora, capaz de modificar a criatura em todos os sentidos, tanto a quem oferta, quanto a quem recebe.”
- “A caridade pura não se restringe somente em comida, veste ou teto; ela se estende em todas as direções que possamos entender. Ela salva, porque todo gesto de amor nos leva a Deus e nos faz ver Jesus dentro de nós, sorrindo porque ajudou-nos a vencer a nós mesmos.”
- “Desfrutamos a vida pela caridade de Deus, desfrutamo-la pelos valores do amor, pela caridade de Jesus.”
- “Não podemos enganar a vida, manifestando o que não somos, para termos o que não possuímos. O polimento social tem o poder de mudar por fora, mas a intimidade permanece do modo que a evolução atingiu. As mudanças de dentro é que mudam por fora. O que conquistamos são valores eternos, e o que mostramos sem a conquista é breve e o vento leva.”
- “A caridade, como entendia Jesus, é solidária e justa em toda a sua amplitude; é ponderada, para escolher com mais discernimento; é alegria com pureza de sentimentos. Ela é o próprio amor querendo nos falar de Deus.”

VIBRAÇÕES


"Porque onde estiverem reunidos em meu nome, lá estarei presente." Jesus. (MATEUS, 18:20.)

E assim, fortalecidos e em tranqüila serenidade, confiantes em Deus, Pai da Vida e em nosso Divino Amigo e Mestre Jesus, vamos vibrar e vibrar é doarmos nossos melhores pensamentos e sentimentos.
Vamos iniciar vibrando pelo Bem Universal, pela Paz Mundial e harmonia entre todos os povos.
Vamos vibrar pelo nosso Brasil, imaginando o seu contorno todo iluminado, e que essa luz seja forte para iluminar nossa Presidente, envolvendo-a e a todo o seu ministério com muito amor e justiça.
Vamos vibrar por todos aqueles que neste momento estão sofrendo dores do corpo e da alma, que estão sofrendo privações de natureza material e espiritual, que possam ser amparados pela Divina Misericórdia.
Vibremos por todas as religiões que divulgam o Evangelho de Jesus e por todos os espíritos com tarefas Evangélicas.
Vibremos por nossa Casa Espírita que nos acolhe sempre, por todos os trabalhos aqui realizados, por todos seus trabalhadores voluntários, pelos coordenadores e seus dirigentes, especialmente pelos companheiros que se encontram com a saúde física alterada, que sejam amparados e fortalecidos para que retornem brevemente ao nosso convívio.
Vamos vibrar por todos os lares da Terra, principalmente por aqueles que se encontram em desarmonia, que o amor e a compreensão se instale entre seus membros.
Vamos vibrar por todos os que nos pedem preces, para que sejam amparados e fortalecidos. Pelo nosso local e todos os companheiros de trabalho, para que haja fraternidade e harmonia entre todos.
Vamos vibrar por nossos familiares, amigos, e supostos inimigos. Por nosso lar e por nossos queridos. Vamos imaginando a figura meiga de Jesus entrando pela porta principal de nosso lar, deixando em todos os aposentos um rastro de luz, que ilumina e higieniza todos os ambientes e essa luz transborda por portas e janelas e vai envolvendo a todos os nossos vizinhos, pacificando e abençoando a todos.
E assim, envolvidos por essa luz de amor, vamos pedimos a Jesus, permissão para vibrarmos por nós mesmos, para que tenhamos sempre discernimento e para que sejamos o mais assertivo possível em nossas ações. Obrigada Senhor.
Graças a Deus, Graças a Jesus. (silenciar uns segundinhos)

PRECE FINAL


"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia."
[Emmanuel / Chico Xavier]

E assim, ao final de mais um estudo do Evangelho de Jesus, agradecemos ao Divino Amigo, por permitir que seus ensinamentos cheguem até nós, de forma clara e segura, ensinando-nos através dos Teus exemplos o amor, a caridade e a brandura.
Jesus Amigo permita que, os benfeitores espirituais depositem em nossas águas os fluidos divinos para reequilibrarmos e revitalizarmos nossa saúde física, mental e espiritual, para que tenhamos força e coragem para nossa transformação moral.
E assim, Mestre Amado, com a oração que nos ensinou, encerramos os estudos de hoje.
Permaneça conosco hoje e sempre.
Que Assim seja!
Pai Nosso, que estais nos céus...”

RECEBAM NOSSO ABRAÇO FRATERNO E TENHAM TODOS, UMA SEMANA MARAVILHOSA E ABENÇOADA.

 

comments powered by Disqus