Associação de Divulgação da Doutrina Espírita

São José do Rio Preto - SP

Hora do Evangelho no Lar - todas as segundas-feiras, a partir das 12hs.

Centro Espírita Francisco de Assis - Depto Culto do Evangelho no Lar - segunda-feira, 25 de maio de 2015

HORA DO EVANGELHO NO LAR
“Aquele que deseja sinceramente tornar-se útil para os seus irmãos, encontra mil ocasiões de fazê-lo. Que as procure e as encontrará.” - ESE

PRECE
Hoje completamos dois anos da Hora do Evangelho no Lar, nosso estudo semanal do Evangelho de Jesus, roteiro de nossos vidas. Agradecemos a Jesus e a equipe espiritual pelo amparo e inspiração, pela sustentação diante de nossas fragilidades, pelo fortalecimento de nossa fé e pelo amor que nos envolve sempre. Que Luz do Evangelho de Jesus seja sempre estendida a todos os lares.
E assim agradecidos, vamos iniciando nosso estudo com a prece que Jesus nos ensinou:
“Pai Nosso...” Que assim seja.

MENSAGEM INICIAL

CARIDADE E CONVIVÊNCIA
A Caridade é a base da paz no relacionamento humano.
A Convivência feliz pede apoio e compreensão.
Por vezes, é possível que os outros necessitem de nós, mas não podemos esquecer que todos nós necessitamos igualmente dos outros.
Auxilia aos vizinhos para que os vizinhos te auxiliem.
O próximo é a ponte capaz de escorar-nos na travessia das dificuldades.
Não fujas à prestação de serviço que a outrem consigas oferecer.
Esquece possíveis ofensas alheias, reconhecendo os nossos próprios erros.
Fala criando otimismo e paz.
Não te queixes de ninguém.
Trabalha e serve sempre.
Decerto, pensando na importância da Caridade nos mecanismos de nossas relações recíprocas, é que Jesus nos legou a observação inesquecível:
- “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.”
Pelo Espírito Emmanuel. Psicografia de Francisco Cândido Xavier; livro: Convivência.


LEITURA DO EVANGELHO

Cap.13 – QUE VOSSA MÃO ESQUERDA NÃO SAIBA O QUE FAZ A DIREITA.
O Óbolo da Viúva – itens 5 e 6.
5 – E estando Jesus assentado defronte donde era o gazofilácio, observava ele de que modo deitava o povo ali o dinheiro; e muitos, que eram ricos, deitavam com mão larga. E tendo chegado uma pobre viúva, lançou duas pequenas moedas, que importavam um real. E convocando seus discípulos, lhes disse: Na verdade vos digo, que mais deitou esta pobre viúva do que todos os outros que deitaram no gazofilácio. Porque todos os outros deitaram do que tinham na sua abundância; porém esta deitou da sua mesma indulgência tudo o que tinha, e tudo o que lhe restava para seu sustento. (Marcos, XII: 41-44 – Lucas, XXI: 1-4).
6 – Muita gente lamenta não poder fazer todo o bem que desejaria, por falta de recursos, e se querem a fortuna, dizem, é para bem aplicá-la. A intenção é louvável, sem dúvida, e pode ser muito sincera de parte de alguns; mas o seria de parte de todos, assim completamente desinteressados? Não haverá os que, inteiramente empenhados em beneficiar os outros, se sentirão bem de começar por si mesmos, concedendo-se mais algumas satisfações, um pouco mais do supérfluo que ora não têm, para dar aos pobres apenas, o resto? Este pensamento oculto, talvez dissimulado, mas que encontrariam no fundo do coração, se o sondassem, anula o mérito da intenção, pois a verdadeira caridade faz antes pensar nos outros que em si mesmo.
O sublime da caridade, nesse caso, seria procurar cada qual no seu próprio trabalho, pelo emprego de suas forças, de sua inteligência, de sua capacidade, os recursos que lhe faltam para realizar suas intenções generosas. Nisso estaria o sacrifício mais agradável ao Senhor. Mas, infelizmente, a maioria sonha com meios fáceis de se enriquecer, de um golpe e sem sacrifícios, correndo atrás de quimeras, como a descoberta de tesouros, uma oportunidade favorável, o recebimento de heranças inesperadas, e assim por diante. Quer dizer dos que esperam encontrar, para os secundar nessas buscas, auxiliares entre os Espíritos? É evidente que eles nem conhecem nem compreendem o sagrado objetivo do Espírito, e menos ainda a missão dos Espíritos, aos quais Deus permite comunicarem-se com os homens. Mas justamente por isso, são punidos pelas decepções. (Livro dos Médiuns, nº 294 e 295).
Aqueles cuja intenção é desprovida de qualquer interesse pessoal, deve consolar-se de sua impotência para fazer o bem que desejariam, lembrando que o óbolo do pobre, que o tira da sua própria privação, pesa mais na balança de Deus que o ouro do rico, que dá sem privar-se de nada. Seria grande a satisfação, sem dúvida, de poder socorrer largamente a indigência; mas, se isso é impossível, é necessário submeter-se a fazer o que se pode. Aliás, não é somente com o ouro que se podem enxugar as lágrimas, e não devemos ficar inativos por não o possuirmos. Aquele que deseja sinceramente tornar-se útil para os seus irmãos, encontra mil ocasiões de fazê-lo. Que as procure e as encontrará. Se não for de uma maneira, será de outra, pois não há uma só pessoa, no livre gozo de suas faculdades, que não possa prestar algum serviço, dar uma consolação, amenizar um sofrimento físico ou moral, tomar uma providência útil. Na falta de dinheiro, não dispõe cada qual do seu esforço, do seu tempo, do seu repouso, para oferecer um pouco aos outros? Isso também é a esmola do pobre, o óbolo da viúva.
Faça aqui suas reflexões sobre a lição estudada.

VIBRAÇÕES

"Porque onde estiverem reunidos em meu nome,
lá estarei presente." Jesus. (MATEUS, 18:20.)

Agora, vamos elevar nossos pensamentos ao alto, deixar-nos envolver pelas vibrações de amor e paz, e doarmos de nós mesmos em auxilio de nosso próximo.
- Jesus, Médico Sublime, pedimos que abençoe e suavize as dores de todos aqueles que estão sofrendo, doentes, internados nos hospitais, em suas próprias casas, nos asilos ou pelas ruas....desejamos ardentemente que suas dores físicas e espirituais sejam amenizadas através do lenitivo de Teu Amor.
- Mestre Jesus, que com o Teu auxílio e com o auxílio dos benfeitores espirituais nós Vos pedimos que nosso Amor transforme-se em Luz para todos aqueles que se acham perdidos em meio aos vícios, a solidão, a depressões, desconsolados e desamparados de si mesmos. Que eles possam sentir-se envolvidos em doces vibrações, que lhes proporcionem o fortalecimento espiritual, físico e mental.
- Vibremos também por todas as famílias que perderam algum ente querido e por todos aqueles vitimados por acidentes fatais. Que sejam amparados e esclarecidos.
- Abençoe e Proteja Senhor, nossa Casa Espírita e todos seus colaboradores, para continuar sendo o Porto Seguro de Almas Aflitas em busca de socorro e amparo espiritual.
- Que a Proteção Divina se estenda por todos os lares, ao nosso também. Que neles reinem o respeito, a harmonia e o amor.
- Por fim Mestre Amigo, pedimos humildemente por nós mesmos, compadece-te de nossas fraquezas, de nossas fragilidades e ampara-nos sempre.
E que a tua Paz nos envolva a todos.

PRECE FINAL

"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia."
[Emmanuel / Chico Xavier]

Agora, com os pensamentos harmonizados, com nossas almas tranqüilas, cheias de paz, pedimos permissão a Jesus, para que os benfeitores possam depositar os fluidos divinos em nossas águas, para que através deles tenhamos sempre força e coragem em nossas lutas diárias, saúde física, mental e espiritual. E, com imensa gratidão em nossos corações, Te agradecemos imensamente por todos os ensinamentos que nos deixou, por todo amor que exemplificou e por todo cuidado com nossas vidas.
Rogamos ainda Mestre Jesus, que nos auxilie em nossa caminhada rumo à evolução, que nos dê força e coragem para suportarmos as dificuldades do dia-a-dia e que nos ajude a nunca desistirmos ou desanimarmos de nossas tarefas.
Obrigada Mestre Jesus. Esteja conosco Senhor, hoje e sempre.
Que assim seja.

 

RECEBAM NOSSO MAIS SINCERO CARINHO E O DESEJO DE UMA SEMANA FELIZ A TODOS.

 

comments powered by Disqus